Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

AO MEU AMOR


Meu amor,

Um pouco perdida. Você sabe bem que nunca tive o dom da escrita... meu dom está na canção...Mas hoje, depois que tudo que aconteceu, senti uma necessidade enorme de conhecer melhor o seu mundo... e estando aqui... teria você “mais perto”.
Com receio enorme de errar ao escrever... Esperando que quem leia tenha o carinho de me corrigir caso escreva algo errado... Nunca fui intima da gramática...
Esta noite custou a passar... Quando adormeci já era quase dia.
Já vivi muitas coisas... e a cada dia aprendo que da vida, nada sei... eterna aprendiz... em busca de respostas para as perguntas que a vida me faz... dia a dia...
Acredito meu querido, que hoje a maior dúvida que meu coração carrega é entender o que aconteceu.
Juntos dividimos tantas emoções... rimos... deixamos as lágrimas caírem frouxas... Fomos cúmplices, amigos, amantes... e na saída me senti NADA, me senti NINGUÉM...
Quando a porta se fechou levei um susto. Fiquei parada um bom tempo olhando em direção a ela... Mas nada via... Foi um impacto forte... Um silêncio ensurdecedor que doía em todo meu ser...
Quando dei por mim vi que não podia mais estender os braços e lhe tocar... Percebi-me só... Transbordando de amor, mas vazia sem você...
Não sei o que houve... de verdade...
Acredite, você foi cruel. Por tudo que vivemos ou sonhamos viver... Não merecia, não
mereço essa indiferença...
Mas, como nem tudo na minha vida foi primavera... estou buscando a guerreira dentro de mim pra que eu possa me manter em pé.
Escrevo esta carta porque sei que qualquer dia você vai ler... e talvez assim perceba o quanto foi injusto.
Não sei quais são as suas verdades, mas de coração espero que as suas verdades possam servir de alento nos dias que se seguem...
Que elas possam preencher seus vazios quando perceber que não tem mais um ombro...
Que elas sejam doces e acariciem seu coração quando notar que tudo foi um engano...
Que você possa encontrar, dentro das suas verdades, a felicidade que todo ser humano merece ter...
Que a sua nova eleita lhe ame e que você a respeite...
Que você não deixe que o passado, de alguma forma, interfira na sua maneira de olhar a vida e as pessoas.
E, finalmente, meu amor, desejo que você entenda que VIVER é para quem sabe ser intenso sem ser vulgar... que AMAR é pra quem tem a CORAGEM de ser verdadeiro e enfim...que para ser FELIZ é preciso, antes de mais nada, que saibamos respeitar quem nos quer bem.


Amo você!

Beijos, todos os meus...

Eterna Aprendiz
Enviado por Eterna Aprendiz em 05/11/2006
Reeditado em 24/11/2006
Código do texto: T283058

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, fazer uso comercial da obra, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Eterna Aprendiz
Fernandópolis - São Paulo - Brasil, 53 anos
34 textos (11415 leituras)
11 áudios (2493 audições)
2 e-livros (178 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 00:12)
Eterna Aprendiz