Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

E DAÍ?

"E daí?
 Que mal tem se gosto das coisas de um tempo que nem sequer vivi?
Qual problema se as raízes do meu sonho vêem de um faz de conta onde só conta o que faz bem, é bom e bonito?
Onde está escrito que a verdade é a mesma pra cada um?
Qual é a lei que me obriga a dançar conforme a musica que escolheram pra mim?
Onde foi escrita a profecia do meu destino?
Que é que tem se eu amo do meu jeito, meio torto, travesso, absurdo e intenso?
Quem diz o que é certo ou errado neste mundo caótico, anárquico e reinventado a cada micro segundo de certezas ambíguas e diretrizes incertas?
Qual caminho é o atalho mais curto para o fim mais longo?
E daí?
Qual problema se a língua que eu falo só o coração entende?
Que é que tem se as visões que conto em prosa, verso e inverso só eu as vi?
Onde foi parar a areia na ampulheta quebrada pelas dobras do tempo?
Quem inventou o passado que assombra, o presente que oprime, o futuro que angustia?
Que mal há em cantar as loucuras da alegria em sons ou no silencio que embala as canções que brotam do sorriso?
E daí
Que ao não dizer coisa com coisa eu faço acontecer a magia de viver?
Que ao juntar letra com letra eu formo as frases sem sentido que lembra um lugar/um alguem querido impossível de esquecer?
Que semeio sonhos e sorrisos entre deslizes felizes desde o por do sol até o amanhecer?
E daí?
Se eu canto cantos estranhos, e digo palavras insanas, e sigo entre o santo e o profano, e planto jardins encantados, com pássaros e seres alados, e fontes e bambuzais?
Se eu fluo entre o céu e a terra, nas asas do vento amigo, e mergulho no fogo sagrado, submersa me entrego, ressurgindo nas ondas que beijam as praias intocadas beirando as florestas virgens?
Que eu conte estórias bizarras entre o canto das cigarras e o tinir das cimitarras num bailado apaixonante dos violinos ciganos sob a luz da Lua brilhante?
E daí?
Se falo verdades profundas ou mentiras oriundas de uma mente delirante?
Se meu canto é acalanto que te acarinha o espírito, ou é um misto de dor, amor e paixão numa  viagem alucinante?"
L.F.
Liane Furiatti
Enviado por Liane Furiatti em 11/08/2011
Código do texto: T3153250
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Sobre a autora
Liane Furiatti
Curitiba - Paraná - Brasil
779 textos (36170 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/10/17 21:56)
Liane Furiatti