Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Também quero ir

Hoje seria dia de sair, passear, brincar de ser grande, estudar o céu azul com o sol quentinho que atravessa a roupa da gente e invade o corpo e aquece a alma... Hoje seria o dia certo pra ir num bosque ou num parque, passar os dedos nas plantinhas que mal chegaram a esse mundo e já derramam o verde sobre o marrom da terra, marrom bonito, daqueles que damos uma olhada rápida e dizemos "aí se renova a vida". Hoje seria dia de abraçar uma grande e sábia árvore, e dizer a ela: tenho fé e resistência como você tem, minha querida.
Mas hoje é dia de ficar aqui dentro, dentro das caixas das grandes cidades, com clima artificial, com verdades artificiais, com vida artificial.
Num rápido vislumbre do anil e num voar de uma pomba que corta a estrada celeste, a gente se lembra que também é parte da natureza, que nós temos asinhas invisíveis, e nas gaiolas que nós mesmos inventamos para nos aprisionar, ficam cada vez mais atrofiadas, porém estão aqui, bem nas nossas costas, recolhidinhas, tímidas, esperançosas.
Meu amigo, você conhece alguém que conseguiu voar? Você se lembra da última vez que voou? Tínhamos que anotar quem cruza o céu e o mar num único impulso, porque essa gente é boa, essa gente escapou da gaiola, da prisão mental.
Acaso recorde de quem saiu, por favor, mande-lhe esta carta, pois também quero ir.
Cris Vilanova
Enviado por Cris Vilanova em 04/08/2005
Código do texto: T40201
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Cris Vilanova
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 35 anos
57 textos (4226 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 16:51)
Cris Vilanova