Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Para uma amiga que "encucou"

Amiga,

Bom dia.
 
Depois da tormenta do "dasaparecimento do site" parece que tudo se acalmou e para melhor. Boas notícias, espero.
 
Desculpe se lhe "encuquei", mas a minha obra não é autobiográfica. Uso a palavra como instrumento de trabalho e invento histórias, coloco máscaras e represento quando escrevo. Assim sou vento, sou roda, sou bola, sou pedra, sou homem, sou mulher, sou criança, sou dinossauro, sou tudo e sou poesia. Devido a escrever também para teatro, incorporo personagens e digo o que elas pensam. Pouco falo de mim quando escrevo, apesar de, na maioria das vezes, usar a primeira pessoa e sempre assinar o meu nome embaixo, mesmo quando uso imagens, termos e gênero femininos. Isso é ser Chico Buarque, como você sugere?*risos* Acho que muitos autores já fizeram isso antes. Geralmente não perco tempo em me comparar com outros autores, acho que para uma obra ser original ela tem que ser única e tem que mostrar a sua individualidade. Quando o site voltar ao ar, espero continuar pesquisando sua obra. As poucas coisas suas que li achei visceral, honesta, transparente e sobretudo sufocante. Gosto de textos que mexem com o interior e derrubam mitos e os seus transmitem isso. Onde mais poderia encontrar seus trabalhos na net?
 
Por agora, deixo-a com um abraço e uns versos de Manoel de Barros que vem muito a calhar:

"No escrever o menino viu
que era capaz de ser
noviça, monge ou mendigo
ao mesmo tempo."

(Manoel de Barros - O menino que carregava água na peneira)

Bjs
F.




Fernando Tanajura
Enviado por Fernando Tanajura em 07/08/2005
Reeditado em 27/02/2007
Código do texto: T40906
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Fernando Tanajura). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Fernando Tanajura
Estados Unidos
1467 textos (154811 leituras)
1 e-livros (154 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 18:34)
Fernando Tanajura