Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

agrade_cendo

Agradecendo tuas palavras! Quanto ao poema, eu não escrevo poemas..., procuro a poesia e ela escapa a temas e ideias muito "cozinhadas", surge quando urge! Ando dado à ficção, este será um texto a publicar em breve. Quando o estiveres a ler, nessa altura, quando o publicar. Só tu não te interrogarás «Para quem terá sido escrita esta prosa?», mas a pergunta mais certa será mesmo esta outra «Isto terá sido escrito para alguém? E, tendo sido, quem seria a ler-se aí escrito? E como?» Ora como vês, são sempre os leitores que sabem como lêem! Gostei de te ler, fico curioso de como será o teu poema. Quando ele acontecer, não te admires se também eu escrever um poema depois de ler o teu poema. A poesia é tão contagiosa como o "abrir a boca", é "abrir a cabeça" à beleza das imagens conseguidas em palavras. Que este te(xto) agrade sendo... agrade_cendo.

R
Francisco Coimbra
Enviado por Francisco Coimbra em 30/08/2005
Reeditado em 30/08/2005
Código do texto: T46291
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Francisco Coimbra
Portugal
785 textos (310492 leituras)
37 áudios (39566 audições)
1 e-livros (148 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 15:27)
Francisco Coimbra