Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

diário atrasado

Ainda não é hoje que publico a primeira parte de um conto, a ideia também é tudo menos assombrosa, embora dela não tenha desistido.

Data de antes-de-ontem.
Escrevo que escrevi, deste modo já nada obsta a... ir dormir. Claro que gostava de escrever um verso, sentir como as palavras

vêm respirar à superfície
como mamíferos aquáticos
para de novo mergulharem
levando o ar nos pulmões

Não devias ser tão atraente como és, nem conseguir olhar dentro de mim como olhas. Assim seria se a vida não fosse como os animais que somos, capaz de fazer valer a sua vontade.
Ficas a saber já ser este facto aceite por mim com naturalidade, cabe-te pois decidir o que vamos fazer para der(a)amar.
Quero emprenhar-te de felicidade, mais felicidade, felicidade, e mais felicidade. Quando vamos de Lua de Mel?


R
Francisco Coimbra
Enviado por Francisco Coimbra em 31/08/2005
Reeditado em 01/09/2005
Código do texto: T46525
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Francisco Coimbra
Portugal
785 textos (310493 leituras)
37 áudios (39566 audições)
1 e-livros (148 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 19:47)
Francisco Coimbra