Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

No Escanteio da Nossa Vida

        Estávamos comentando que Muitas vezes sentimos um certo cansaço do outro. Cansaço esse que preferimos muitas dessas vezes ocultamos com problemas corriqueiros, em vez de sentar e ter uma conversa franca com o outro.
É mais fácil fugir, do que encarar uma realidade que está bem em nossa frente, mas, deixamos para o tempo resolver. Mas porque nós não resolvemos?!
A imaturidade emocional, sentimental, estrutural nossa mesmo, e do outro. Ou o comodismo da situação.
Muitas vezes achamos que está tudo bem, que o outro está ótimo, e no fundo não está, então continuamos a fugir, porque é mais fácil mantermos muitas vezes quem “amamos” debaixo dos nossos pés, e de lá dominar, controlar de forma doentia.
A relação nessas alturas está doente e nós também, porque permitimos e continuamos a achar que está tudo excelente.
Quando nos damos conta deixamos de viver tantas coisas maravilhosas, e até de perceber a pessoa tão maravilhosa que temos ao nosso lado e nós permitimos que isso fosse destruído.
Não, destruído não é uma palavra forte pra o que quero dizer.
Não sei já percebeu, mas, observe a atenção que você dispõe para a pessoa que está ao seu lado, observe se você percebeu se ela está bem, como foi seu dia...
Tornamos nossos relacionamentos tantas vezes tão corriqueiro, assim como nossa vida, e eles acabam. Nós também ruímos com eles.
A gente está acostumado que as pessoas tomem providências conosco, mas, estamos verdadeiramente preocupados com o os sentimentos alheios?
Estamos ocupados demais com nós mesmos não é?!
        É assim que perdemos nossos maiores tesouros, entregando-os ao escanteio das nossas vidas.
Vamos aprender a dar o melhor que temos em nós. E também a receber o que as pessoas têm de melhor a nos dar.
Por isso deixei essa cartinha em cima da nossa cabeceira, para quando você tiver tempo, refletir, e marcarmos um diálogo, quem sabe, conseguimos nos entender?
Um beijo, faz quatro dias que não consigo falar pessoalmente contigo, se puder, me liga.
Priscilia Nascimento
Enviado por Priscilia Nascimento em 15/09/2005
Código do texto: T50725
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Priscilia Nascimento
Recife - Pernambuco - Brasil, 35 anos
222 textos (24431 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 22:14)
Priscilia Nascimento