Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Ai Ai Ai meu papagaio!

   Em 1918, no dia do nascimento de Cristo nasceu Pedro Adriano do Nascimento, homem que deu origem, ao lado de sua mulher, a uma família para o mundo.
   Ele construiu uma família humilde, mas gente do bem que merece ser classificada como herói da terra, por ter extraído seus pequenos recursos do próprio suor derramado pela coragem e a fé.
   Pedro nasceu para permanecer pisando firme na Terra. Ele viveu 70 anos dedicado ao lar e seu meio de subsistência; a plantação. Ele plantou, colheu com amor, e desse amor distribuiu felicidades.
   Conquistou muitas cidades, seu gênero ficou conhecido pelas estradas da vida. Ele cresceu em sua popularidade, e no último lugar que vivia era conhecido como "véio rádio", porque nos dias em que bebia para afogar o vício da adolescência, começava a cantar; cantava inúmeras canções, canções estas sempre irônicas para despertar alegria em seus netos e amigos.
   Véio rádio, você jamais irá sair da nossa memória, do nosso coração. Você foi nascimento para Angélica, e uma eterna melodia com mil significados, com frases definidas pelo tempo, uma escultura viva.
   Quando eu nasci, você me criou, sendo para mim um pai e um avô; eu queria te agradecer pelas balas que você me deu, pelo caldo de cana que você pagou, pelo olhar severo, pelas pequenas correadas, por tudo que você contribuiu para eu crescer.
   E agora, mesmo distante, depois de ter recebido a notícia do seu falecimento, eu queria te homenagear com um belo poema inspirado em Drummond e Vinícius, mas não consegui, porque sua vida não é apenas um poema lírico doce e meigo e, sim, uma narração que jamais terá fim, porém sua imagem será a nossa, todo o seu canto, a sua canção... Sua presença sempre estará fazendo parte da nossa vida entre o aqui e o agora.
   Do seu neto e filho.
São Paulo 23/09/1988
Alagoas   16/09/1988
                      "Ai Ai Ai meu papagaio"
Marcos Soares Mariá
Enviado por Marcos Soares Mariá em 13/10/2005
Reeditado em 19/10/2005
Código do texto: T59272
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Marcos Soares Mariá
Recife - Pernambuco - Brasil, 46 anos
70 textos (16559 leituras)
1 e-livros (63 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 20:01)
Marcos Soares Mariá