Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Segunda Carta Aberta Aos Trovadores


14/10/2005 22h23
Segunda Carta Aberta aos Trovadores
Amigos trovadores:

Por favor,quero ficar totalmente à parte de questões antigas e novas,querelantes.
Não é meu feitio.
Como sabem,quis fazer um Memorial,já iniciei a colocar textos em meu blog e optei por deixar recados trocados entre o Nilson e nós.
Num deles ele mencionava,ao que parece,um lapso seu ou fez uma brincadeira com um dos trovadores.
Este agora,respondeu a algo do passado,pediu para ser desligado do grupo.
Como não tenho posição no mesmo que me autorize a fazer isso,retornei ao grupo o cito e-mail.
A pessoa cita ,noutro e-mail que cometi uma espécie de erro ao reenviar o texto do Nil,acompanhado desta fala-e que eu estaria bloqueada de sua lista.No entanto,como tenho colocado em blog o que encontro em arquivos(chamo de "Baú-de-pau d'angola")e envio para as pessoas curtirem(pois se o desejarem,é só pedir que retiraria o autor e seu texto),há pouco tempo,enviei uma ciranda aos participantes,essa pessoa recebeu e acusou recebimento.
Não foi a primeira vez.
Tenho passado sempre um de meus escritos,chamado "PAZ na Internet".É como desejo nela estar.
Muitas vezes,alguém não entende o que estamos querendo dizer e se afasta,em vez de esclarecerr.
Sou absolutamnete do Bem.
Prefiro ficar no meu canto e desfrutar os amigos.Como dizia S.Paulo:
"Direi tudo que souber de bom de um homem".
Desde a adolescência,quando aprendi essa maravilha com uma mestra,realmente a pratico.Os que convivem comigo pela Internet e fora dela,sabem disso.
Recuso-me a participar dessas querelas que não levam a nada.Ainda mais num momento onde a comoção nos toca:nós convivemos com o Nilson intensamente.Somente nos últimos tempos ele,provavelmente por motivos de saúde,respondia com breves palavras,reparei nisso e pensei:será que está doente? Qdo enviávamos algo em PVT,respondia sempre,embora agora mais lacônico.
Vou continuar na seleta de textos.
Depois de tudo triado,listarei e cada pessoa cita,deverá enviar uma autorização para estar na coletânea que o CEN nos oferece,na que desejo fazer.
Com tendinite,estou em ritmo de tartaruga,mas o ritmo mais rápido que posso imprimir,catando letras com dois dedos.
Não estou em fase festiva,as atividades para esse memorial são solenes e graves e plenas de saudade.
Disse um dos biógrafos do Nilson,que ele tanto era amado qto odiado,algo assim.
Pelo visto,era muitíssimo bem amado,muito mais que "odiado"-haja visto o número enorme de e-mails que estou respondendo.Bem se diz que se conhece um homem pelo número de amigos que aparecem após sua morte.

Um abraço:
Clevane
N:Na medida do possível,mantenhamos a tranqüilidade.
Qto amim,em definitivo,não vou entrar nessa de ficar no meio de fogo cruzado.Não é meu feitio.Os que têm armas e balas na mão,me esqueçam,por favor.Prefiro [a guerra diária da natureza em festa:bagas se abrindo,abelhas zunindo,pardais disputando pocinhas dágua,folhas no chão estalando,grilos a cricrilar(*)[ ...Uma guerra do bem...

(*) de meu poema Guerra do Bem
(Projeto PPP)

E uma das minhas mais antigas trovas,da adolescência,que continua fiel á minha proposta de vida:

Meu canto é de Amor e Paz
sou pequeno passarinho
que trovas,num leva-e-trás
vai espalhando,de mansinho...

Clevane Pessoa

clevane pessoa de araújo lopes
Enviado por clevane pessoa de araújo lopes em 14/10/2005
Código do texto: T59748

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (autor e o link para o site "www.sitedoautor.net(Clevane pessoa de araújo lopes;(www.clevanepessoa.net/blog.php)). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
clevane pessoa de araújo lopes
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil, 69 anos
555 textos (176733 leituras)
21 e-livros (13423 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 10:19)
clevane pessoa de araújo lopes