Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A carta

Para ser sincera tenho que magoar a mim mesma.
meu coração dói porque tenho que pedir um tempo para você
mas pior é sentir essa agonia, essa tristeza que não tem fim.
Você quando quer você faz, eu como sempre me rendo ao seus
encantos, e agora sinto que preciso fortalecer a minha essência
não posso mais esquecer que "eu existo" eu sei que sou forte que
você sempre pode contar com a minha mão, com a minha ajuda, mas
poxa e o meu sentimento onde fica? Eu estou ficando sem espaço ...
Essa atitude é para mudar, tirar de mim confiança, razão, alguma coisa, porque tudo está muito sem limite, onde começar, onde terminar, onde ficar, onde acertar, onde errar.
Eu sei que estou sendo sincera e preciso dessa reviravolta na minha vida.
Amanhã o sol brilha de novo, e será que alguma coisa vai mudar?
Você me pediu desculpa, mas dessa vez eu disse que preciso de um tempo e estou falando sério, porque quero pensar um pouco o que tem de errado nisso, meu Deus eu nunca consigo guardar rancor, mágoa ou outro sentimento ruim, mas dessa vez eu quero analisar, quero saber o que é desculpar, não seja egoísta comigo,  será que eu posso tenho esse direito de ficar na minha, só no meu canto sem chorar, sem sentimento de culpa e sem medo de errar.
*04/09/2007.
Viviane de Matos
Enviado por Viviane de Matos em 04/09/2007
Código do texto: T638340

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Viviane de Matos
Goiânia - Goiás - Brasil
317 textos (71231 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/08/17 09:45)
Viviane de Matos