Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
APONTO O SEU RUMO... DA SAÍDA!
**************


Vai sombreando espaços!


Apaga luzes!


Escurece olhos quando não

provoca neles o derramar

de amargo pranto!


Suga toda a energia!


Espirra desprezando o que

não se expulsa pelo ar!


Maldiz com o silêncio!


Emudece a minha fala!


Faz tanto que quase

me convence sobre a

minha inexistência!


Enrijece meu coração

tornando-o, simplesmente,

em sutileza que sofre,

mas que permanece insistindo e

exercitando para o amor!


Sombreou por muito e

duradouro experimento de vida...


mas tudo se encerra neste aceno de luz que os meus olhos descobrem para apontar seu rumo...


para a saída!


©Balsa Melo

22.07.06

Sete Lagoas - MG

BALSA MELO (POETA DA SOLIDÃO)
Enviado por BALSA MELO (POETA DA SOLIDÃO) em 07/09/2007
Código do texto: T642551
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
BALSA MELO (POETA DA SOLIDÃO)
Uberaba - Minas Gerais - Brasil
3010 textos (87158 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/08/17 12:11)
BALSA MELO (POETA DA SOLIDÃO)