Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
SOBEJO AMOR!
**************

Suspiros me encantam nesta noite de lua cheia!

O único som que posso ouvir  além do meu coração é o movimento da saudade que  inspira o meu peito possibilitando o nascimento de um verso!

Não ouso reclamar dessa forma de solidão!

Ela ao menos me permite criar um risco na eqüidade do meu choro... 
As suas lembranças derribam meus olhos!

Não me entrelaço ao encanto inicial!

Respiro ofegante sem jactância!

Assumo que sofro com a sua ausência!

Repito quantos vezes for preciso que não existe luar que me alegra sem a sua presença!

Talvez você também sofra com esse mesmo martírio e, 
por pura falta de espaço, 
 não escreve no céu anunciando 
que eu posso seguir o seu recado...

Talvez soframos por puro descuido e sobejo amor!

©Balsa Melo
05.11.06
Cabedelo - PB

BALSA MELO (POETA DA SOLIDÃO)
Enviado por BALSA MELO (POETA DA SOLIDÃO) em 07/09/2007
Código do texto: T642612
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
BALSA MELO (POETA DA SOLIDÃO)
Uberaba - Minas Gerais - Brasil
3010 textos (87773 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/10/17 13:51)
BALSA MELO (POETA DA SOLIDÃO)