Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Solidão

Solidão

No fundo não costumo dar
o que me é mais precioso: a solidão.
Mas nunca é tarde para buscar uma maneira nova de curtir a solidão, entrelaçando na cega solidão dos outros.
É por isso que amo viver,
                                e quero ser eterno. Amo ter de mudar sem querer.
Na esteira que trás o novo é que escrevo poesias,
mesmo quando não desejo penetrar tão profundo nas palavras,
para traí-las,
                como faz todo poeta digno de obra.

Meu tédio de ontem teve mais a ver com esse sentimento de ter perdido a solidão minuciosa, que com a dificuldade de viajar, de expandir-me no espaço. Oras!, mascarar esse sentimento é mais prudente?,
poucos podem entender um poeta! Um maluco que transforma tédio em poesia...

Que transforma solidão petrificada e amada, em solidão partilhada. Ruidosa.
                                     Hoje sei; não menos encantatória
troclone
Enviado por troclone em 13/09/2007
Reeditado em 24/09/2007
Código do texto: T650986
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
troclone
Toledo - Paraná - Brasil, 43 anos
371 textos (14043 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/10/17 15:17)