Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Dor, pura e simplesmente dor

  Há muito tempo eu venho definhando... Há muito tempo eu venho procurando qualquer tragédia, qualquer forma de dor física, para libertar a dor que está presa na minha alma. Há muito tempo eu respiro apenas por impulso, eu ando apenas por instinto. Há muito tempo eu venho sobrevivendo por instinto. E eu não sei mais até quando vou suporta sobreviver dessa maneira. Então, eu quero libertar minha alma.
Eu deixei apenas quatro riscos no meu punho, com medo de fazer cortes mais profundos. Eu passei a noite chorando, com olhos inchados e nariz entupido. Eu procurei sair, tentei esquecer. Eu beijei outras bocas. Mas, a tua imagem permaneceu aqui. O teu beijo está se apagando, mas ele permanece como cicatriz. A tua voz, não ouço a dias, mas ela ainda permanece aqui. Como um sussurro. Dizendo que o que é nosso está guardado... Eu passo as horas tentando acreditar em tudo isso, mas a minha mente só acredita no que vê. A minha vista está ficando embassada e eu não consigo conter a minhas lágrimas. As músicas que eu tenho escutado, felizes não são. Os acontecimentos, desgraças. Causadas por alguém que tem inveja. Causadas por alguém que inveja o que eu sinto, e que, talvez, você sinta. Desgraças, que não deviam ter acontecido.
O meu corpo já não consegue se sustentar. Eu procuro, em vão, um apoio para que eu não caia. Então, meu corpo morto caí. Eu que era forte, que não ligava para simples palavras, que não caía por sentimentos. Estou no chão.
  Eu juro que eu tentei não parar minha vida, mas ela parou.
Eu tentei sair pra me divertir, mas é torturante você beijar alguém quando é a outra boca que você quer. É horrivel quando o cheiro de alguém fica em você, e você sabe que esse não é o cheiro de quem você deseja. É um saco quando você sai com amigos, desejando desesperadamente que alguém surja de algum ponto, e você sabe que essa pessoa não vai aparecer.
A gente não escolheu as consequências dessa história... a gente só escolheu o caminho... acho que foi o mais dificil...
Dor, pura e simplesmente dor.
Anariel
Enviado por Anariel em 22/09/2007
Código do texto: T663595

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Anariel
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil
13 textos (984 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/08/17 01:55)
Anariel