Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Ao meu amigo.... creio ainda....

É próprio do ser humano o sentimento de posse diante de algo significativo em sua vida.... quer seja num relacionamento afetivo, amigável, profissional.... Mas esse sentimento há um limite e uma medida, na qual não é coerente e sensato quando se extrapola o que é permitido, se é que pode-se falar nesses termos...
Ultimamente tenho observado relações de amizade... percebo que as pessoas, a minoria, colocam-se numa atitude de rogadas diante dos seus relacionamentos de amizade... suas atitudes são cobranças sem sentido e que não levam a lugar algum... ou melhor, acabam levando ao desgaste emocional daquela amizade....
É fato se crer que a amizade pressupõe liberdade, generosidade, compreensão, amor.... mesmo quando não se tem a possibilidade de estar junto um do outro... claro que não temos apenas um ou outro relacionamento social... temos vários.... dentro de uma escala de valores peculiares, é lógico...
É necessário ter maturidade suficiente e coerência para aceitarmos as pessoas como elas são.... ninguém modifica a forma de um outro ser humano...
Não podemos fazer pré-juízos dos outros sem antes conhecer a verdade dos fatos... não podemos nos comportar como se os outros tivessem de nos carregar nos braços como o único amigo, seria muito egoísmo....
Não podemos sair falando asneiras e tolices sem entender o que acontece de verdade.... não podemos decidir pelo fim de um grupo de amigos porque achamos que eles não se importam conosco e pelos problemas pelos quais passamos.... porque eles se importam e eu não percebo isso claramente...
Não podemos e não devemos crer que aquilo que falamos é certo e a verdade última... que azul é vermelho, mesmo o meu amigo dizendo-me que está errado....
Devemos sim ter a compreensão e sermos mais dóceis, não tolos, para com aqueles que conquistamos a sua amizade.... amizade livre de qualquer impedimento que nos faça crescer como pessoas amadas e maduras.... essa é a verdadeira arte de ser amigo.... e que são poucos os que entendem....
André Ícarus
Enviado por André Ícarus em 08/11/2005
Código do texto: T68703
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
André Ícarus
Recife - Pernambuco - Brasil, 38 anos
197 textos (20702 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 19:59)
André Ícarus