Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Com mérito

É maravilhoso ver como a madrugada traz você em pensamentos, as vezes ouvindo musicas penso em coisas que fizemos juntos, coisas absurdas, momentos que nunca existiram e que talvez nunca existirão...
Andando pelas ruas eu fico lembrando onde te vi pela primeira vez, andando sozinha e rezando pra te ver passar por mim e não me reconhecer mas mexer comigo, coisas de homem.
Ou então ver alguém com sua feição, com sua aparência, alguém que me faça parar no meio da multidão apenas para perguntar o nome e confirmar se estou errada, mas a distância todos se párecem com você, em cada rosto tem algo seu, mas quando chego mais perto vejo a cruel verdade, não é você...
Quando eu fico em casa assistindo TV eu lembro de como era bom assistir filmes com voce, nunca assistimos a um filme se quer nem chegamos a metade, você sempre vinha com seus joguinhos de amor, com seus beijos ardentes, com seus abraços fortes, ah, se meu sofá falasse;
Nas noites de chuva iamos até a varanda e procurávamos estrelas nos lábios um do outro,você dizia que me amava e eu ainda digo que te amo.
É difícil acreditar que momentos tão felizes acabaram, é difícil crer que na verdade eu te perdi.
Olhando no espelho as vezes tento me convencer que não te perdi, e que você me perdeu, mas não consigo o fracasso me consome.
Toda vez que o telefone toca, corro atender e pergunto quem é, mas sei que não e você, o bater da porta me enlouquece, pois lembra-me de como mandave entregarem presentes e flores, e de quando vinha fazer-me serenatas de amor na luz do luar com sua voz e seu violão.
Mas houve a época que mais gostei, quando deixou-me uma linda carta de amor, que começava assim...
...Minha amada, seria crueldade sua, dizer-me que dormes e não pensas em mim nos seus sonhos...
Agora, meu Amor, mando-te eu uma carta de amor, nela peço que volte pra mim, e que não me deixe nunca mais.
Somente contigo serei feliz, somente contigo poderei sonhar.
É certo que pensei demais, mas meu erro foi apenas pensar, Eu ainda Te Amo Muito...
Nathalya Etchebehere
Enviado por Nathalya Etchebehere em 11/10/2007
Código do texto: T689974

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Nathalya Etchebehere
Ribeirão Preto - São Paulo - Brasil, 32 anos
252 textos (22927 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/08/17 01:10)
Nathalya Etchebehere