Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Carta de alguém indignada

Querida Pombinha Branca...

Você que é aclamada por ser símbolo dessas tão desejada paz, me diga qual o nome dado quando um playboyzinho que vende inutilidade todos os sábados na Globo pode falar de "cidadão envergonhado". Ele provavelmente não pensou o que o Sr. Renan Robeiros privou todo um povo exceto quando roubam um Rolex que compraria uma casa melhor... pagaria uma educação melhor... ou até uma vida melhor!

Diga-me sinceramente, pombinha branca, em Bocotá na sua epoca de ouro da insegurança total a hipocrisia elitizada era tão degradante aos olhos!? Diga-me sinceramente se você já informou a esse senhor que muitos cidadãos comuns de carne, osso e pagantes de seus impostos já perderam filhos, pais, tios, enfim familiares e amigos para a violência, que é conseqüência da desigualdade social que impera nessa "pátria docemente adormecida"!? Diga-me honestamente se esse cidadão já esteve dentro da Policia para saber se as coisas são realmente como ele afirma ser, pois policiais têm família também e ganham mal!? Pergunte-me a esse "exemplar cidadão" pagante regular de impostos se ele lê ou vê os jornais... pois se os lesse ou visse saberia que andar com um Rolex numa metropole como São Paulo é pedir "Me assalta, pelo amor de Deus!"?

Compreenda-me, pombinha, que não foi o "desabafo" que me levou a escrever essa carta, mas há tempos estava com isso na cabeça, vendo crianças (que eu adoro!) sendo arrastadas por carros no chão, assaltos na minha cidade, que mesmo sendo não muito grande como São Paulo também sofre, enfim tudo isso é simplesmente a constatação de que o "berço esplendido" corre o sério risco de se tornar conhecido pelos seus defeitos e não de qualidades como honestidade, criatividade, diferenças convivendo bem... entre outras!

Obrigada por ler essas palavras
Verônica dos Santos

Verônica dos Santos
Enviado por Verônica dos Santos em 12/10/2007
Reeditado em 12/10/2007
Código do texto: T691131

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, criar obras derivadas, desde que seja dado crédito ao autor original e as obras derivadas sejam compartilhadas pela mesma licença. Você não pode fazer uso comercial desta obra.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Verônica dos Santos
Uberaba - Minas Gerais - Brasil, 30 anos
346 textos (24976 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/10/17 05:05)
Verônica dos Santos