Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Carta para Bruna, a filha que não conheci- 5

Querida Bruna estou um pouco carente hoje.Necessito de um abraço de mãe, um afago, um carinho, ou mesmo um ombro amigo para poder chorar.Eu não gosto de chorar. Claro que às vezes alguma coisa escapa.Mas por eu não saber chorar e soltar a dor que me incomoda,vou ficando irritado.Tenho tantos planos e o caminho esta dificil, tenho medo de desistir. Voce deve saber o que sinto,talvez tenha descido e pode estar vivendo por aqui neste mundo.Mas a expectativa de vida que imaginei e que merecias não puderam se concretizar.Sinto falta de voce, assim como voce de mim. Nestas horas queria estar bem comigo mesmo e poder ajudar a resolver meus problemas que parecem não ter fim.Eu quero arrumar a minha vida e poder ajudar os outros. Mas não temas por seu pai, eu sou um forte, meio atrapalhado ,mas forte. A unica certeza nesta vida e que o ceu existe e voce esta nele. Ainda tenho que cumprir o resto de minha vida e cuidar dos teus irmãos e da tua mãe, puxa ,aqueles dois são demais, me deixam louco, so falta voce para completar a familia.Ha e agora temos um cachorrinho chamado THOR, ele é bem fofo  é mais um filho que temos.  As pessoa que escrevem sobre o texto quero agradecer de coração. É uma forma de expressar uma perda, é que sou muito sentimental. Um abraço do paizão Adão, até da uma boa rima, não acha?
 
Adão Jorge dos Santos
Enviado por Adão Jorge dos Santos em 09/11/2005
Código do texto: T69179
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Adão Jorge dos Santos
Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil, 56 anos
70 textos (8136 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 12:26)
Adão Jorge dos Santos