Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Ela, A Mentira



Nefasta presença, engano medonho,
criatura daninha e peçonhenta.
Afasta de mim tuas enganações,
porque retalho-te em mil pedaços
por saber a que inferno pertences.

Gostas de seduzir, artimanhas do mal,
passeias por palavras mentirosas,
invades almas desavisadas...
Mas tua luxúria há de consumir-te
na agonia que causastes.

A ti mesma envenenastes
quando tornaste-me reflexo de teus espelhos.
Tua cabeça, serpente maldita, eu esmago,
diante de mim, ficarás de joelhos!

Arrasta-te, volta ao teu ninho,
teus iguais aguardam-te ansiosos,
tua estrada há de ser de espinhos,
na solidão de tortuosos caminhos
de desejos sujos e libidinosos.


ENIGMA
Enviado por ENIGMA em 22/10/2007
Reeditado em 21/03/2013
Código do texto: T704672
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
ENIGMA
Seattle - Washington - Estados Unidos
1120 textos (182944 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/10/17 08:19)
ENIGMA