Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
SUBMUNDO DOS PENSAMENTOS

     Não havia mentiras, não havia enganos, apenas eram coisas que ninguém precisaria saber, mas que adorariam saber, de que na ocasião eu estava ali, observando os fatos e sabendo que para além do que a superfície aparenta a cada um estava o submundo dos pensamentos, sentimentos e memórias, coisas que eram só nossas, que ninguém mais naquele local compartilhava. Algo me comprazia com o qual eu não queria e até me sentia culpado em me comprazer.

    Talvez uma das coisas que me deixam com essa fúria contida seja estar sem consciência direta do que se passa em alguns submundos paralelos, submundos restritos e interligados que possam me dizer respeito. A impressão ou percepção subliminar dos fatos me deixa profundamente incomodado, justamente por saber que eu também tenho os meus mundinhos!

    Em resumo: ter o meu mundo paralelo insondado me compraz, mas ter as teias de alguns outros mundos insondados por mim me causa tormentos, ainda mais quando há alguma circunstância que me faça lembrar que há muitas e muitas coisas que eu não sei.
Gleyson Faial
Enviado por Gleyson Faial em 22/10/2007
Reeditado em 27/11/2016
Código do texto: T704764
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Gleyson Faial
Parauapebas - Pará - Brasil
61 textos (3014 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/10/17 10:44)
Gleyson Faial