Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

                    SAUDADES....


O meu coração sucumbe ante a expectativa de ouvir a tua voz. Quando será que irás telefonar-me ou, quiçá, enviar um pombo correio com uma mensagem de amor ostentada no seu bico? Ah! como vivo ansiosa esperando pelo teu chamado...Sei que as ondas que se quebram na orla do mar jamais serão as mesmas que retornarão no dia seguinte. Ainda assim, sinto a tua falta, sinto saudades de ti. Sei que fui um ponto de apoio na tua vida quando mais precisavas e todos te faltaram, mas eu te amei......verdadeiramente! Embora as circunstâncias pudessem apontar o contrário, eu te ofertei o que de mais puro e sincero havia em mim. Ainda há! Os teus anseios eram pautados na tua liberdade. Ela chegou....Cumpriste um tempo de agradecimento e voaste para distante...Sinto saudades de ti. Mas que importa não é mesmo??  Nem mesmo sei se ainda estás entre nós encarnados. Quanta frieza!! Dureza de coração. Deixa pra lá...Deus te abençoe e te guarde de todo mal....


E vamos dormir....PAZ!

 

Sônia Maria Cidreira de Farias
Enviado por Sônia Maria Cidreira de Farias em 25/10/2007
Reeditado em 15/05/2015
Código do texto: T708776
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Sônia Maria Cidreira de Farias
Jequié - Bahia - Brasil
2945 textos (221199 leituras)
1 e-livros (1013 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/10/17 00:44)
Sônia Maria Cidreira de Farias