Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Remédio para o coração


     
        Hoje, como sempre acontece quinzenalmente, recebi a visita daquele Senhor que vem em busca de medicamento para sua esposa. Cabelos grisalhos, mãos trêmulas, voz quase inaudível, talvez pela vergonha de estar , à minha porta, pedindo determinado medicamento.

        Segundo ele, sua esposa tem um certo tipo de Cãncer de pele e, por serem caros os medicamentos, ele sai em busca de ajuda. As vezes, além do medicamento, aceita alguma outra ajuda, como alimentos, e até mesmo toma um café ou almoça. Sempre do lado de fora do portão, negando-se a entrar.

        Como sempre, esqueço o medicamento comprado no decorrer da semana, no armário da escola. Mas como ele afirmou ter acabado a pomada há uma semana e não ter conseguido o mesmo no postinho de saúde, prontamente entrego-lhe uma quantia suficiente para a compra da pomada.

       Desta vez, não foi possível conversar muito com ele. Saber o estado de saúde de sua esposa. Percebi que ele estava mais animado, com um sorriso no rosto, e chamou-me até de "madama.." Hoje, entre nós, além, das grades do portão havia a voz de alguém a duvidar de sua situação. Tentou até explicar e, na impossibilidade de ser ouvido, humildemente, aceitou a obrigatoriedade de trazer-lhe a nota fiscal após comprar o medicamento.

       Enquanto presenciava o monólogo, pensei em indicar-lhe o meu local de trabalho, assim não precisaria caminhar tanto e, quem sabe, possibilitaria uma comunicação. Bom seria, se soubéssemos mais informações sobre a esposa dele. Talvez, de alguma forma pudessemos minizar ou apenas alegrar suas vidas, afinal, o Natal está chegando...

       Mas não deu tempo. Um portão de ferro se entrepôs ao nosso diálogo. Fiquei um tempo paralisada. Pensando no que falar. Ele, da mesma forma ,ficou do lado de lá. Caminhei silenciosamente até a calçada e pedi-lhe desculpas.

      Ele, sorrindo, acenou e desceu a rua. Compreeendeu ser manhã de domingo, hora de alguns irem à igreja aprender um pouco mais com Aquele que, um dia , também foi rejeitado.



veronica eugenio
Enviado por veronica eugenio em 13/11/2005
Código do texto: T70913

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
veronica eugenio
Cachoeiro de Itapemirim - Espírito Santo - Brasil, 55 anos
39 textos (2378 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 16:08)
veronica eugenio