Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Encarando meus medos

Fiquei um tempo sem escrever, me resguardei um pouco, pensei sobre tudo que está acontecendo na minha vida. A mudança brusca dos meus sentimentos estavam me assustando um pouco. Começei de uma hora para outra sentir coisas que estavam adormecidas em mim, e que de repente me fizeram pensar de uma maneira diferente sobre tudo que está acontecendo na minha vida hoje. Na minha introspecção, percebi que devo assumir meus sentimentos, não ter vergonha deles, por mais que não possa vivê-los, posso sentí-los, e não adianta fugir deles... eles estão lá. Cheguei a conclusão que não posso querer que as pessoas mudem, mas devo acatar a minha decisão de o que eu sinto, eu sinto e pronto, que não mando no meu coração, mas mando na minha vontade de querer ou não viver essa situação. Hoje estou bem comigo mesma, apesar de ter chegado a conclusão que ainda amo, sei que amo mais a mim mesma, e respeito a minha vontade de querer ser feliz do meu jeito. Sou forte o suficiente para encarar a realidade que tanto tentei mascarar, que você é a pessoa que amo, mas não a pessoa que quero, e seguirei como estou... feliz comigo mesma, segura de mim e de minhas vontades. Um dia a situação irá mudar, porque escolherei que mude, até lá seguirei meu caminho sozinha.




Adriana Parise Pinheiro
Enviado por Adriana Parise Pinheiro em 25/10/2007
Código do texto: T709520

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Adriana Parise Pinheiro
Santiago - Rio Grande do Sul - Brasil, 39 anos
40 textos (4202 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/10/17 16:57)
Adriana Parise Pinheiro