Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Orquestra Sinfônica de Sorocaba & Cia.: A primeira apresentação pública na Sala FUNDEC


Abrindo as apresentações na recém-inaugurada Sala FUNDEC, acontece neste 10 de novembro, às 20h, a apresentação da Orquestra Sinfônica Municipal de Sorocaba, sob a batuta do maestro Jonicler Real e com a participação da cantora Suely Freitas e dos Corais Adultos e Madrigal da FUNDEC.

Com capacidade para mais de 200 pessoas e lugares especiais para cadeirantes e obesos, a Sala se destaca pela sua infra-estrutura moderna e equipada com tecnologia de ponta, encontrada nos melhores centros de entretenimento do país.

A apresentação da noite abre com a sinfonia O Guarany, de Antônio Carlos Gomes, cuja obra foi aplaudida pelo próprio Giuseppe Verdi, que chegou a chamá-lo de seu “sucessor”. A ópera conta a história de Peri e Ceci, um amor forte que desafia todos os obstáculos. A beleza dos detalhes fazem com que os instrumentos nos façam sentir dentro do cenário da história, reproduzindo os sons dos pássaros fugindo do incêndio na mata, a tensão dos personagens maus e o canto dos heróis e amantes protagonistas do enredo.

Na seqüência um momento de delicado romantismo, “ária das jóias” da ópera Fausto de Charles Gounod. Além de sua incontestável beleza esta melodia que nos prende desde o início, nos enleva e mostra a dúvida da escolha entre o verdadeiro e puro amor ou a vida de luxo e regalias proposta pelo herói da ópera. A intérprete Suely Freitas (professora de canto do Instituto Municipal de Música de Sorocaba - IMMS e regente do Madrigal FUNDEC), faz a performance desta ária de grande dificuldade e beleza.

A seguir, apresenta-se o primeiro movimento da Quinta Sinfonia de Beethoven. Obra e compositor que vêm coroar uma ocasião como esta. Esta peça de sublime caráter e ao mesmo tempo indomável e fogoso retrata o espírito do gênio.

Encerrando a noite, apresentam-se os corais da FUNDEC (adultos e Madrigal) trazendo trechos de óperas de Giuseppe Verdi: o Coro dos Escravos Hebreus e o Coro dos Ciganos. Da ópera Nabucco, o hino de liberdade dos Hebreus, sonhando com sua terra natal e sua liberdade de outrora e da ópera Il Trovatore, o canto de alegria e felicidade, ponto alto da obra, ícone do repertório do coral.

            Esta será uma noite de gala, glamour e boa música. Uma cerimônia digna da abertura de um espaço merecido pela comunidade artística e pelos sorocabanos.

            A apresentação faz parte da Semana de Inauguração da SALA FUNDEC na Rua Brigadeiro Tobias, 73, com entrada gratuita. Os convites deverão ser retirados com uma hora de antecedência na recepção da FUNDEC (ingressos limitados). Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (15) 3233-2220, ou pelo e-mail: fundec_eventos@terra.com.br.

SEMANA DE INAUGURAÇÃO DA SALA FUNDEC APRESENTA: BIG BAND

Dando continuidade às comemorações de inauguração da SALA FUNDEC, teremos, neste domingo, 11, às 20h, a apresentação da Big Band FUNDEC, sob a direção artística do Prof. Leonardo Batista, levando ao público o melhor do jazz e da MPB.

Em 2005, Leonardo Batista criou, com total apoio da Diretoria Executiva da FUNDEC, um grupo musical com um estilo mais próximo ao interesse popular, expandindo, assim, a área de atuação da FUNDEC. A partir daí, muitas foram as apresentações e, cada vez mais, a Big Band vem se firmando como um projeto que deu certo. À cada apresentação, sempre impecável, um número maior de apreciadores se reúne para prestigiar os artistas.

         Formada por professores do IMMS (Instituto Municipal de Música de Sorocaba) e músicos convidados, a Big Band se difere dos demais grupos da FUNDEC por ter um repertório totalmente voltado para a MPB e o Jazz, além de ter a preocupação de resgatar antigos arranjos e incentivar e divulgar a produção de novos arranjadores.

          Segundo o Prof. Leonardo, “a intenção desse concerto, é trazer ao público a lembrança das grandes orquestras, tanto as americanas como a de Glenn Miller, quanto as brasileiras como a Tabajara, de Severino Araújo”.

           Na apresentação deste domingo, o grupo trás no seu repertório obras de: Glenn Miller (Moonlight Serenade e In The Mood), Cole Porter (I’ve Got you Under my Skin), Gershwin (Summertime), J. Mandel (The Shadow of Your Smile ) e  Tom Jobim (Wave), Tom Jobim e Vinícius de Moraes (Garota de Ipanema), Dorival Caymmi (Maracangalha), Raul de Barros (Na Glória) entre outros.

          A SALA FUNDEC fica na Rua Brigadeiro Tobias n° 73, Centro, e a entrada é gratuita. Os convites deverão ser retirados com uma hora de antecedência na recepção da FUNDEC (ingressos limitados).

         Mais informações poderão ser obtidas pelo telefone (15) 3233-2220, ou pelo e-mail: fundec_eventos@terra.com.br.

SALA FUNDEC ABRE A SEMANA COM MADRIGAL

Neste dia 12 de novembro, segunda-feira, as comemorações da Semana de Inauguração da Sala FUNDEC continuam, dessa vez com a apresentação do Madrigal FUNDEC, às 20h.

Formado por 13 alunos do Curso de Canto, o Madrigal é regido pela profª. Suely Freitas e apresenta um repertório voltado para a música erudita, formado por canções brasileiras como a Canção de Amor e a Ária da Bacchianas de Villa Lobos. Diversas obras como: árias de ópera, entre as quais Voi Che Sopete, de Mozart, além de árias antigas, interpretadas pelos alunos e também a famosa Habanera, da ópera Carmem, de Bizet, com solista e coro fazem parte do espetáculo. O Madrigal também apresentará obras de compositores brasileiros, entre eles Villani Cortes.

            A Sala FUNDEC fica na Rua Brigadeiro Tobias, 73 e a entrada é gratuita. Os convites devem ser retirados com uma hora de antecedência na recepção da FUNDEC (ingressos limitados). Mais informações poderão ser obtidas pelo telefone (15) 3233-2220 ou pelo e-mail: fundec_eventos@terra.com.br.

BANDA SINFÔNICA DA FUNDEC FAZ O ESPETÁCULO DE HOJE.

A Banda Sinfônica da FUNDEC preparou um repertório especial para a Semana de Inauguração da Sala FUNDEC. Vários gêneros musicais serão apresentados, desde temas de filmes e musicais até dobrados, como o “BENEDITO TIMÓTHEO”, em homenagem a esse músico que foi um dos primeiros maestros da histórica Banda Carlos Gomes e o “BATISTA DE MELO”, um clássico no gênero bandas.

Tendo como objetivo artístico desenvolver e divulgar um repertório próprio para conjunto de sopros e percussão, a Banda Sinfônica de Sorocaba mescla peças clássicas e populares, possibilitando aos músicos e estudantes a compreensão artística e formal de um repertório. Além disso, a banda também tem o propósito de formar e informar platéias, tendo como enfoque pedagógico o envolvimento em projetos e atividades tais como “Solistas de Bandas”, desta vez com destaque para o solo de trombones e Banda Sinfônica.

Informações culturais sobre origem e desenvolvimento de instrumentos musicais também proporcionam aos alunos da FUNDEC a evolução de suas potencialidades em conjunto com seus professores, bem como, a preservação de gêneros da música brasileira.

O concerto da Banda Sinfônica da FUNDEC acontece neste 13 de novembro, terça-feira, às 20h na Sala FUNDEC, à Rua Brigadeiro Tobias n° 73, Centro, com entrada gratuita.

Os convites deverão ser retirados com uma hora de antecedência na recepção da FUNDEC (ingressos limitados). Mais informações poderão ser obtidas pelo telefone (15) 3233-2220 ou pelo e-mail: fundec_eventos@terra.com.br.

QUARTA-FEIRA COM CONCERTO DA ORQUESTRA DO IMMS NA SALA FUNDEC

Para a noite de quarta-feira, 14 de novembro, a Sala FUNDEC, na sua Semana de Inauguração, reserva um momento especial: a apresentação da Orquestra do Instituto Municipal de Música de Sorocaba, formada por professores e alunos dos cursos da Fundação, além da participação de alguns alunos da Orquestra Orff, também da FUNDEC, tocando flauta doce em uma peça do folclore Húngaro. Em razão dessa integração, este concerto será bastante diferente dos que vem sendo apresentados ao público, com obras de Wagner, Beethoven e Strauss.

Outra participação especial fica por conta do coral infantil da FUNDEC, que tem como regente a profa. Sandra Cardoso Sanches, que apresentará uma rapsódia sobre temas infantis brasileiros, num arranjo para orquestra e coro infantil do maestro Pedro Cameron.

            O espetáculo começa às 20h, na Rua Brigadeiro Tobias, 73 com entrada gratuita e os convites deverão ser retirados com uma hora de antecedência na recepção da FUNDEC (ingressos limitados). Mais informações poderão ser obtidas pelo telefone (15) 3233-2220 ou pelo e-mail: fundec_eventos@terra.com.br.

PROFESSORES DO INSTITUTO MUNICIPAL DE MÚSICA DE SOROCABA APRESENTAM-SE NA SALA FUNDEC

Esta é uma dica especial para quem quer passar momentos inesquecíveis na noite deste feriado de 15 de novembro. A partir das 20h a Sala FUNDEC apresenta, ainda dentro das comemorações da sua Semana de Inauguração, um espetáculo realizado por professores do Instituto Municipal de Música de Sorocaba, que faz parte de um projeto chamado Intermezzo.

A FUNDEC, por intermédio do Instituto Municipal de Música de Sorocaba, tem como principal objetivo oferecer oportunidades de iniciação e aprimoramento do estudo de música, bem como enriquecer o cenário cultural da cidade. O IMMS iniciou suas atividades em outubro de 1998 e tem como prioridade o ensino da música erudita e a formação orquestral de seus alunos. No decorrer desses anos, vários jovens talentos já se destacaram e hoje integram os diversos grupos mantidos pela FUNDEC.

          Os cursos instrumentais oferecidos pela fundação são: Violino, Viola Violoncelo, Contrabaixo, Flauta, Oboé, Clarinete, Fagote, Trompa, Trompete, Trombone, Percussão, Saxofone, Piano, Violão e Canto.

           O corpo docente, composto por profissionais que constantemente marcam presença em cursos de aperfeiçoamento nas diferentes áreas, festivais de música e concursos para instrumentistas, está sob a orientação do Maestro Jonicler Real e conta com total apoio da Diretoria Executiva da FUNDEC.

            No evento haverá apresentação de todos os instrumentos dos cursos oferecidos pelo Instituto em variadas formações como: duos, trios, quartetos de cordas, grupo de metais, grupo de madeiras, piano a quatro mãos, executando peças dos mais variados estilos tanto da música erudita como da música popular.

            Nesta quinta-feira, não deixe de retirar gratuitamente o seu convite, com uma hora de antecedência, na recepção da FUNDEC: Rua Brigadeiro Tobias, 73. Os ingressos são limitados (ingressos limitados). Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (15) 3233-2220 ou pelo e-mail: fundec_eventos@terra.com.br.

SEXTA-FEIRA É DIA DE TEATRO NA SALA FUNDEC

Nesta sexta, 16 de novembro, os sorocabanos se encantarão com a exibição da peça “O Milagre de Anne Sullivan”, de Willian Gibson, em uma das montagens deste ano do NAC - Núcleo de Artes Cênicas da FUNDEC.

O curso é de iniciação teatral e visa capacitar o aluno/ator nos primeiros passos da representação teatral, por meio de noções básicas de respiração, voz, caminhar em cena, postura, até a aproximação com o texto e a personagem.

O Milagre de Anne Sullivan conta história real de Hellen Keller, que antes de completar dois anos de idade ficou cega e surda para toda a vida, como seqüela de uma doença. Durante alguns anos, ela foi, segundo suas próprias palavras, “selvagem e indisciplinada”, expressando-se com violência. Mas aos seis anos surgiu em sua vida a professora Anne Sullivan. Utilizando o sentido do tato como elo entre o mundo de ambas e desenhando as palavras na mão da pupila, a nova professora tentou, insistentemente, dar a entender a Helen a relação entre as palavras e aquilo que elas significam. Anne Sullivan revelou a Hellen o milagre da linguagem. A partir desse encontro entre elas, o sentido do tato passou a ser uma espécie de visão. ”Não posso dizer se vejo melhor com as mãos ou com os olhos diria Hellen muitos anos depois. Sei apenas que o mundo que vejo com as minhas mãos é vivo, colorido e gratificante.” Helen desenvolveu maneiras engenhosas de sentir as imagens e os sons: “por vezes, se tiver sorte, coloco suavemente a mão numa pequena árvore e sinto o feliz estremecer de um passarinho que canta”, e por meio do tato, ela conseguia detectar o riso, a tristeza e muitas outras emoções óbvias: “Conheço minhas amigas só por tocar-lhes as faces.”

Hellen Keller aprendeu com sua professora que o silêncio e a escuridão em que vivia lhe tinham aberto a porta para um mundo de sensações as quais, pessoas mais “afortunadas” ,nunca se apercebem : “Com os meus três guias fiéis, o tato, o olfato e o paladar, faço muitas excursões às zonas limites da cidade da luz.” Hellen Keller, aprendeu também o alfabeto braile, demonstrando incrível facilidade em ler e escrever. Aos dez anos aprendeu a falar e propô-se a cursar faculdade. Em 1904, formou-se com louvor, sendo a primeira cega e surda a completar um curso universitário. A partir daí dedicou-se à defesa dos direitos das mulheres, pobres e deficientes. Morreu em 1968. Sua vida, assim como a peça agora encenada pelo NAC é uma lição de sobrevivência e inspiração. A encenação é um desafio que os alunos do NAC agarraram com orgulho e prazer. Participam da montagem sob a direção do Professor Mario Persico os alunos: Richard Santos, Cláudio Zeliz, Rogério Felipe Andrade, André Felipe Herrera, Milka Natasha Cerino Vieira, Carol Matias Gomes. Marina Baldochi e Priscila Maldonado representam Hellen e Anne Sullivan, respectivamente.

O espetáculo acontece, às 20h na Rua Brigadeiro Tobias, 73 e a entrada é gratuita. Os convites deverão ser retirados com uma hora de antecedência na recepção da FUNDEC (ingressos limitados). Mais informações poderão ser obtidas pelo telefone (15) 3233-2220 ou pelo e-mail: fundec_eventos@terra.com.br.

SÁBADO DANÇANTE NA SALA FUNDEC

A penúltima apresentação em comemoração à inauguração da Sala FUNDEC representa bem o sentimento de todos nós pelo presente que a cidade recebeu neste mês.

O espetáculo de dança ALEGRIA, ALEGRIA, especialmente montado com os alunos do Núcleo de Dança da FUNDEC para o Festival de Final de Ano será apresentado em avant premier para o público. Dele, constarão dez (Na corda bamba, Doces, Pipoca, Algodão doce, Dança do fogo, Pernas de pau, Malabares, Palhaços, Ilusionistas e Alegria) das dezoito coreografias montadas para a apresentação anual, deixando assim, um pouco de suspense para a exibição de encerramento do ano.

O tema “circo” será abordado por intermédio de números de Balé, Sapateado, Street Dance e Dança do Ventre. Teremos mágicos, malabaristas, graciosas bailarinas da corda bamba, abordando por meio da dança, toda magia e alegria das artes circenses.

O espetáculo será apresentado no sábado, dia 17 de novembro, às 20h e os convites, gratuitos, deverão ser retirados com uma hora de antecedência na recepção da FUNDEC - Rua Brigadeiro Tobias, 73. Os ingressos são limitados. Mais informações poderão ser obtidas pelo do telefone (15) 3233-2220 ou pelo e-mail: fundec_eventos@terra.com.br.

“CINEMA PARADISO”: UM ENCERRAMENTO, NÃO UMA DESPEDIDA.

O encerramento, neste domingo, da Semana de Inauguração da Sala FUNDEC não é uma despedida. Muito pelo contrário. Ele marca uma nova fase na cultura sorocabana, mostrando que, cada vez mais, o público ganha espaço para o seu lazer, entretenimento, diversão e constante aprendizado.

Para fechar as festividades e expandir horizontes, nada melhor do que assistir a reabertura do CINECLUBE, que apresentará o comovente CINEMA PARADISE. O filme de 1989 é uma produção franco/italiana, sob a direção de Giuseppe Tornatore, com duração de 123 min e censura livre.

Um verdadeiro tributo de amor ao cinema, conta a emocionante história do garoto Totó, que vive num vilarejo no interior da Itália, durante a Segunda Guerra. Sua principal diversão é passar as tardes no Cinema Paradiso, fazendo companhia ao projecionista Alfredo, que o ensina a amar a Sétima Arte, mudando assim a sua vida para sempre. Com linda trilha sonora do mestre Ennio Morricone e atuação magistral de Philippe Noiret, Cinema Paradiso é um filme apaixonante do início ao fim.

A apresentação acontece neste 18 de novembro, às 20h na Rua Brigadeiro Tobias, 73, Centro. Os ingressos filme deverão ser retirados na recepção da FUNDEC (que dirige e administra o Cineclube Municipal) a partir das 19h. Não serão permitidas entradas após o início da exibição. Mais informações poderão ser obtidas pelo do telefone (15) 3233.2220, ou pelo e-mail: fundec_eventos@terra.com.br.
Douglas Lara
Enviado por Douglas Lara em 08/11/2007
Código do texto: T728902
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Douglas Lara
Sorocaba - São Paulo - Brasil, 79 anos
517 textos (133311 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/08/17 05:58)