Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Finalmente

Finalmente está decidido, fechei a porta mais uma vez e dessa vez pela derradeira, eu sei e você também...
Não precisamos mais trocar palavras e nem se quer fingir não se olhar mais...
Juro que na nossa última noite eu velei teu sono de forma única, eu te toquei como nunca fiz antes com ninguém e decidi que era a hora de deixar as luzes do sol entrarem nas frestas da porta.
Juro que no último beijo eu fechei meus olhos e deixei-os bem apertados, foi exatamente como se eu soubesse que seria a última vez em tudo e aproveitei cada segundo.
Desculpe não ter dito nada a você, mas não queria que lágrimas escorressem pelos seus lindos e azuis céus de estrelas reluzentes...
Eu me embalei na canção como nunca, ninguém havia pego na minha cintura assim, apertado...
Seu sono depois de tanto sentimento, no mesmo quarto eu escrevi a mais linda frase que alguém pode deixar pra alguém.
Eu te amo, e por amar te deixo ir... Não precisa mais estar, ser ou melhor precisa sim mas não aqui e não pra mim
Eu te amo, e por isso não olhei em seus olhos, seu rosto iluminado, voe, só não poderia ouvir de você um dia que não soube me querer
Finalmente eu fechei as janelas da esperança pra esse sentimento inútil que alimentei de você...
Finalmente te abracei como sua, e mesmo não recebendo o mesmo, nunca quis...
Nunca precisei do seu ar pra respirar, mas faltou tão pouco, meu Deus como é lindo olhar seus olhos e decifrar seus sonhos.
Sou sua mas não posso ser, é meu mais ninguém pode saber, o Amor me proibi nesse momento de te querer...
Me perdoe, faça seus olhos brilharem pra mim, faça seu sorriso o meu, aqueça meu coração, ou me deixe ir...
Não era hora de acordar ainda, eu já teria ido se não fosse tão egoista ao ponto de tocar você mais uma vez...
Nathalya Etchebehere
Enviado por Nathalya Etchebehere em 16/11/2007
Código do texto: T739593

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Nathalya Etchebehere
Ribeirão Preto - São Paulo - Brasil, 32 anos
252 textos (22931 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/08/17 11:06)
Nathalya Etchebehere