Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

4 .

      Oi , Patrícia !!! Foi simplesmente i - nes - que - cí - vel aquela
nossa última noite , tanto que estou aqui , sozinho , pensando feliz
naquelas nossas loucuras todas . Volta , Paty , não fica muito tempo aí
em Santarém , estou com pouca grana e não posso ver você , ainda
mais com esse sujeito chamado seu marido me atrapalhando , saco !

      Fico louco de excitação quando lembro aquela vez em que nós
pegamos aquele ônibus sucatão para ir ao litoral de Santa Catarina .
Menina , havia uns mais luxuosos , sei , mas nosso dinheirinho estava
contado , recorda ? Deu pra comer meio pastel de rodoviária , não
passamos mal e o que veio a seguir ... nossa , ai meu jeans ...

      Estávamos no banco de trás e tinham lugares vagos . Você levou
aquela almofada para ficarmos mais confortáveis e uma criançada lá
na frente fazendo uma zoeira danada , atrapalhando um pouco o nosso
motorista , acho eu , porque ele não deu sinais de ter ouvido os nossos
gemidos lá no fundo .

      E você bem safada , hein , Patrícia ? Saiu de casa de calça muito
comportada e , no meio da viagem , já voltou do banheiro só de decote
e uma minissaia mínima . Na hora dos carinhos , eu não agüentei e já
fiquei anatomicamente pronunciado , e como ele cresceu , meu bem !
Estava maior do que quando eu tinha 18 anos e media o dito - cujo com régua Xalingo - agora tenho 50 , não de centimetragem , mas de
idade - hehehe ... cavalo , minha filha , só para trabalhar . Odeio esses
vagabundos , mas aí você me pegou de jeito , estava como veio ao
mundo por baixo , e que sede ! Esse seu maridinho tem tesão por você ? Tem certeza disso ? Você estava num fogo !!! Ficamos ali , ah ,
muito beijo na boca , o roçar das línguas , a troca de salivas , meus
dentes mordiscando seus lóbulos das orelhas , você gritava baixinho e
me enlouquecia - e as crianças berrando e abafando todo o som , oba
e ainda bem que nenhum dos pirralhinhos foi lá no fundo ver o que acontecia . Sairiam traumatizados e as mães deles nos apedrejariam , com certeza . Patrícia , vou aliviar homenageando você

      Será que você é taradinha , hein ? Safada ? Ninfa ? Nada disso , é
apenas uma mulher deliciosa que " só " gosta de amar , de todas as formas . E eu sei que já está apaixonada por outro . Fiquei com ciúmes
mas depois ficou tudo OK quando soube que o sujeito é um cara pra lá
de maravilhoso . Esse merece o seu amor de todas as formas , mas não
me deixe , tá bom ? E vê se abranda um pouquinho o estresse do glorioso maridão . Com essa sua energia , minha santa , ele vai e volta
do trabalho assobiando feliz todos os dias . Duvida ? Eu não !!!

      No fim da viagem - bem balançada - as crianças felizes e nós bem
radiantes . Ah , minha mulher não entendeu muito bem por que foi tão
atacada por mim com tanto beijo e volúpia , e nem vai entender : eu só estava pensando em você o tempo todo , minha delícia cremosa !!!

      Alaor Gasmo , o seu Taradão de Plantão

      beijo boneca !!!
Rodrigo Germano
Enviado por Rodrigo Germano em 26/11/2007
Reeditado em 26/11/2007
Código do texto: T753295
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Rodrigo Germano
Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil, 45 anos
62 textos (4438 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/08/17 09:41)
Rodrigo Germano