Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Amo-te

Quem me dera escrever-te uma carta de amor...
Se eu soubesse ao menos  começá-la, juro não ser clichê...  muito menos escreveria da minha saudade que insiste atormentar-me...
Eu simplismente escreveria sobre nossos encontros à escondidas, nossas noites insones, e nossos momentos de alegria...
Lembras como conhecêra-me?
Lembras também de como foi nosso primeiro( de muitos) beijo(s)?
Sim?
 se não lembras, não deixo de recordar-me, afinal és tão importante em minha vida que não há tempo nem mesmo de pensar em distância.
Hoje, enquanto balançava o ônibus de volta a minha casa pude perceber o quanto lhe quero, o quanto te desejo, e o quanto necessito dizer-te ...Eu te amo! E aceito ser sua esposa!!!

Se acaso o mundo descobrir meu amor por Ti,
 não ligue,afinal amor puro, inocente  e inefável hoje em dia raramente se é visto( sentido).

Por favor, quem vir essa escrita diga a meu amor  quanto o amo, e o quanto a paixão já consome minh'alma.... e que nada existente na face da Terra é suficiente em meu viver, muito menos trocará minha atenção por coisas passageiras e desejos repentinos...
Filipe, Amo-te como quem deseja a água desértica, e que perdido de desejo guarda-a por sua preciosidade!!!!

beiJuliana Peres
Juliana Peres
Enviado por Juliana Peres em 06/01/2006
Reeditado em 06/01/2006
Código do texto: T95036

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Por favor nao copie sem que meu nome seja divulgado..ok/?). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Juliana Peres
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
8 textos (1537 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 02:33)
Juliana Peres