Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Uma carta de sofrimento.

É simples, fingir que está tudo bem,
enquanto tudo está totalmente errado
Mas não é fácil esperar atenção,
Enquanto o orgulho não o deixa ceder.
ALgumas palavras secas e frias, ficam fáceis de sair
Enquanto outras, o sufocam e são empurradas para fora, através de lágrimas.
As vezes, cada segundo perdido, é como um alfinete penetrado,
E a dor, a conceqüência de sonhar poder estar ao seu lado,
Sofrendo, chorando, ou simplesmente falando palavras monotonas e sem sentido
Que hoje poderiam ter te alcançado.
Também não é fácil sentar e escrever esses versos perdidos
E imaginar um rosto feliz, longe de mim, na minha madrugada, no meu retrato!
Difícil querer sentir o toque dos teus lábios, enquanto não consigo permanecer parado.
Arriscar o mais  absurdo silêncio, e olhar para os lados, para mantes ser abraço, protegendo -me durante poucos segundos, do mais leve e intocável frio.
Mas depois de tudo, agora EU o pergunto:
É possivel o fim, antes mesmo de um começo?
Chuckey
Enviado por Chuckey em 02/05/2008
Código do texto: T971194
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Chuckey
Aracaju - Sergipe - Brasil, 22 anos
11 textos (6392 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/10/14 13:25)
Chuckey



Rádio Poética