Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

QUIMICA DO AMOR

Campos do Jordão, ZINCO de fevereiro de 2006

              Querida VALÊNCIA

Sinto que ESTRÔNCIO perdidamente apaixonado por ti.Ao deixar-te, quando desCÁLCIO o sapato e MARCÚRIO no SILÍCIO da noite sinto que estou SÓDIO. Então, desesperadamente OURO para que um dia sejamos felizes.Sem ti minha vida seria um verdadeiro inFERRO,e quando recordo que tudo começou com um ARSÊNIO de mão, CLORO  de vergonha. SaBISMUTO bem que te amo embora me digam que gostas do HÉLIO, HI DRO GÊNIO também.De ANTI MONIO
posso assegurar-te que não sou nenhum ÉRBIO e que traBÁRIO muito para manter a minha vida, O! XI GÊNIO terrivel possuis VALENCIA! Por que me fazes sofrer TÂNTALO,apesar de saberes que és a luz que me ALUMÍNIO?
Meu caso contigo é CÉRIO e não ÁCIDO razão para pensares em um ESCÂNDIO social. CROMO podes pensar numa coisa dessa?
Soube que a Inês lhe disse que te emBROMO com esse naMOURO MANGA INÊS deixa de criar caso e não acredite NIQUELA disser,´pois sabes que nunca agi de modo ESTANHO contigo.
Aliás, se eu não tiver te dado um bom ARGÔNIO-mento, posso sugerir-te que me METAIS na cadeia. Mas saibas que não me SAIS do pensamento.
AbrÁCIDOS CROMOVENTES, deste que muito te ama

                                  TÚLIO VANÁDIO

          Autor desconhecido

                            Desejo a todos um excelente dia
carmela
Enviado por carmela em 16/01/2006
Reeditado em 09/02/2006
Código do texto: T99586
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
carmela
Campos do Jordão - São Paulo - Brasil
56 textos (5083 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/12/16 20:20)