Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Desabafo de Amor

DESABAFO DE AMOR!



O Amor às vezes nos mostra

caminhos incompreensíveis,

 põe-nos em prova,

envolve tanto os sentidos que nos faz renascer.

O Amor nos leva à lugares distantes,

Inspirações inesperadas e maravilhosas.

Num segundo traz o ser amado, sua voz suave ainda ouço,

Seu sorriso feliz, me faz feliz.

Por alguns instantes nos faz sonhar,

 sorrir, cantar, dançar e chorar até delirar!

Nosso amor nos leva a lugares distantes.


Delírios dos anjos em orquestras.

Nosso amor é criança, adolescente,

 ora nos surpreende pensando,

escrevendo as mesmas coisas,

os mesmos carinhos.

Nós somos um só pensamento.


Um amor sem limite, sem fronteiras

Um amor tão longe, tão perto.

Vivemos todas as fantasias!

Com amor!

Com alegria!

Com tudo que há de direito!

Para falar!

Para calar!

   

Só nem sei se este amor ainda existe!

Um amor que não nos deixa ir,

também já não faz sorrir!


Sempre diz que tem um sorriso para mim!

Saudade!!!!!

dos momentos felizes

dói , corrói e nos faz melancólicos

Por quanto tempo?

Não sabemos....


Se um dia nos perdermos

Noutra vida nos encontraremos

Se este destino será?

Então teu amor Sublimarei...


Ao meu Amor...

de hoje,

de ontem...

de sempre!!!

GRAÇA CARDOSO

(3/2002)


--------------------------------------------------------------------------------



SAUDADES...


Vera Mussi

06.09.2003


Quando se teve um amor...

E este amor ...não morreu ...

Quando se viveu ...

a intensidade dos momentos

a dois...

Quando a cumplicidade

foi a marca

dessa união...

Nunca mais o esquecemos !

Conseguimos

contruir a felicidade !

Na inteireza desse afeto ..

cumprimos o sonho

na completude

do ritual do primeiro amor !

O carinho , a ternura...

completavam a amizade

na singeleza dos gestos...

dos sorrisos ...

dos abraços como laços...

enlaçando os afetos sinceros

incomparáveis !

Foi um amante muito amado !

Nos momentos de apreensão e

 sofrimento ...

quando a vida nos surpreende

Era ele um baluarte

Um escudo

Minha proteção !

Para eu viver ,sem sofrer  a sua ausência

e constante carência ...

foi preciso

manter para sempre

esta imagem fiel

no meu coração

desse amor insubstituível !...

Assim ...

 Levanto a voz do meu coração ...

para imortalizar...

 as minhas saudades : -


" Vem ! e sempre que apareças ,

baixando de onde assistes ,

 acharás o teu lugar

florido de saudades ,

flores que não morrem nunca porque,

para regá-las ,

 há no coração uma fonte

que não cessa de correr

e cada vez em maior copia.

Vem na vigília ou no sono ,

vem ! e acharás o teu lugar

como o deixaste e verificarás

que és nele dono é único senhor,

que nada do que te pertencia,

e te pertence , foi ali tocado ;

que continuas a ser nele

quem dantes foste e agora és mais

que nunca e vives e sobre

o que de ti ficou

não tem poder a morte,

porque é a mesma Vida

que não perece ,

 Vida como a da Eternidade ,

por ter a sua origem

em Deus : a alma."

  (Coelho Neto)










 



SAUDADE DE UM AMOR
Marcial Salaverry



Pobre coração saudoso...

Não conseguiu seu amor segurar...

Aquele abraço gostoso...

Nunca mais vai ganhar...

Quanto o amor vai embora,

a tristeza sem demora

ocupa sua posição...

Deixando o pobre coração sofredor,

mergulhado em sua imensa dor...

Aí... vem chegando a tal da saudade...

Matando aquela felicidade...

Ocupando o lugar que  era do amor antes...

Agora estão distantes...

Saudade não rima com amor...

combina mais com dor...

Amor não rima com saudade,

quer mesmo é felicidade...

Quando um sentimento vai embora,

o outro surge sem demora...

Saudade tem do amor a tristeza...

Amor é o sentir todo beleza...

Não combinam... mas se completam...

Vem amor... sai saudade...

Sai amor... vem saudade...



Marcial Salaverry



--------------------------------------------------------------------------------


Alívio Amoroso

Schyrlei Pinheiro

 

O Amor é o complemento

 da total felicidade.

Cantando, suave, seu delírio,

segue orquestrando sonhos,

subindo nas  escalas de emoções.

 Tão leve, flutua no espaço,

deslizando entre estrelas,

dançando sob a luz do  luar,

cumprindo  o seu destino

de apenas nascer, e renascer,

na fonte inesgotável da vida,

encantando a sinfonia

da eternidade  bela,

 exemplificando muito além

 da saudade, a verdade

do infinito amor.

jan 2004

----------------

DESABAFO

Nancy Cobo



Eu te amei

Fiz tudo para te  agradar

Você fez tudo para me conquistar

Foi  presente quando quis

Eu fui fiel a você

Você...... foi você

Eu nunca menti para você

Você sempre mentiu para mim

Eu fui  toda carinho com você

Você foi carinhoso quando quis e teve  vontade de receber carinho

Eu sempre te perdoei

Você nunca soube perdoar, mesmo sem ter nada a ser perdoado

Eu sempre te pedi carinho

Você achava que eu estava te cobrando


Eu te fiz feliz

Você me entristeceu

Eu te fiz sorrir

Você me fez chorar

Eu abro os olhos e te vejo

Você só vê o que você quer e quando quer


Você esquece que somos dois......


Então me diz  Porque tentou me conquistar para depois magoar o coração em que você fazia moradia.......


Porque?


Me diz porque apesar de tudo eu ainda te Quero........sabendo que você não merece.........

Porque mesmo com o coração chorando, sofrido, magoado  você ainda está  dentro dele

Porque..........


Nancy Cobo
Enviado por Nancy Cobo em 20/03/2006
Reeditado em 20/03/2006
Código do texto: T125733
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Nome do Autor e o Link para www.nancycobo.prosaeverso.net). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Nancy Cobo
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 62 anos
1018 textos (180613 leituras)
4 áudios (1593 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 22:08)
Nancy Cobo