Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

PARABÉNS AO MUNDO POETA E A ROBERTO OLIVEIRA!!

1 – Nasceu o Mundo Poeta

Surgiu numa galáxia, muito distante
o mundo poeta, já há algum tempo...
Lá vivia um mago, cavaleiro errante,
cultivando poesia, e encantamento...

Surgiu numa galáxia muito distante,
dessas perdidas na negra imensidão,
um planeta belo, formado de paixão,
envolto num doce aroma, inebriante,
que enfeitiçava, o incauto viajante,
á chegada a essa galáxia fascinante!

Ao acercarem-se, surgia brilhante,
o mundo poeta já há algum tempo.
Dizia-se ser um enorme diamante
e que nele se recolhia um amante
vagueando pelo bosque encantado
e pelas flores olorosas era amado!!
 
Escondido entre névoas se avistava,
ao longe, um castelo reverberante...
Lá vivia  um mago, cavaleiro errante,
a quem toda a floresta reverenciava
e por isso sempre á noite, ele errava,
buscando por sua  musa, apaixonada.

Ao voltar ao castelo, de madrugada,
seu mundo mágico ia embelezando,
nutria-se de sonhos e nesse intento
cultivava poesia e encantamento...
enleada em cores, e música maviosa,
as flores amando sua alma amorosa!!

Arlete Piedade (Fada das Letras)

2 - Mundo Poeta

Distante, há um mundo poeta
Onde reinam as bondades do amor
Nele  beleza existente se completa
Até a dor sentida rima com flor

Magos e fadas esteiam o que for
Até a solidão de um ser  asceta
Distante, há um mundo poeta
Onde reinam as bondades do amor

Encantos de letras estão na recta
Que norteia este planeta de cor
Semear a felicidade é real meta
De todo aquele que for compor
Distante, há um mundo poeta!

Denise Severgnini

3 - Mundo Poeta
 
Múltiplos poetas reunidos numa
Uníssona, justa  e bela homenagem
Neste universo de sonho, magia e fantasia...
Diferentes e fraternas  línguas  em perfeita harmonia,
Oferenda sem par  de pura beleza criativa!
 
Paragem ímpar do cavaleiro e sua fada,
Onde Drago, um  destemido dragão, os protege,
Erguendo invisíveis muralhas de fumo e fogo
Trazendo e captando do Universo ao seu  redor
A colaboração da fina flor da poesia e imaginação!

Laila Murad

4 -Feliz  Aniversário Mundo Poeta
Autora – Regilene Rodrigues Neves
 
O tempo te construiu além aniversário
Abrigo de poetas...
Circundam-te estrelas
Em vícios espectros de quimeras...
Propagam-se no teu imensurável
Mundo Poeta
Relicário de sentimentos
Por ti embargados em sonhos...
 
Exalado em pigmentos de odes
Matizando em cores
Ao teu universo reluzente de almas...
 
Tu és essência de pétalas
Que formam as rosas do teu Mundo Poeta
Porque da tua seiva nasceu um lindo jardim
Orvalhado pelas manhãs de primaveras...
 
Perfumes interiores emergem-te
Construindo um templo
Que luz no infinito universo...
 
Neste mundo encantado de poetas
Mora um mago
Cavaleiro príncipe
Caçador de poesias...
 
Doador de um oráculo
Reverenciado aos amantes das artes
Duendes da vida.
 
Chega mais um aniversário
Sopramos as velas que te acendem
Em ascensão afortunada
De escritores colaboradores...
O futuro em um cântico da alma
Que louva o amor e a vida no sempre...
 
No imortal papiro pegamos à pena
Para te doar em poesia mais um feliz aniversário!
 
Galgado com a flâmula ardente no peito
O grande Mago Cavaleiro empunha o cedro
E adentra o Mundo Poeta...
Desbrava oceanos...
Chega a terras longínquas
Resgata tesouros em conchas no mar...
 
Este é nosso hábitat
Refugio das letras
Que traduzem o coração
Ciclo de aventureiros a mercê de um Príncipe Cavaleiro
Dono do Mundo Poeta que reverenciamos em festa
Parabéns Roberto Oliveira pelas conquistas
Deste mágico mundo cheio de braços
Que te abraçam de felicidade
Em partilha de aniversário
Somados três anos de méritos doados com amor!

5 - O MUNDO POETA...
 
Um astro de personagens atônitos
Estado centrípeto, aspiral de silfos
Espírito lacônico dos magos e fadas
Rarefeitos no córrego das lágrimas...

Caminhando veredas intrínsecas dos elegidos
Paradoxo do tempo no teatro das cenas vividas
Configurada vastidão. Templário das clemências
Renascido do vulcão, latejam descritos arbítrios...

Candeias de átomos disformes das alquimias
Lavas vertidas de Alfa resquícios de Omega
Sismo da lógica absurda de mentes infinitas
Parte do logos o prenúncio mutável do poeta...

Corpos que dançam rodando no eixo da fantasia
Desenvolvendo composto perdurado no confiado
Na convulsão metafísica, do princípio da mística
Exalando suores de tendências loucas, vate mundo ...

Sinalizando rotas ocultas guardiões dos eternizados
Poupando-nos bofetadas das mesclas do involuntário
Adentrando vielas do nagual, destroçando crepúsculos
O náufrago lúdico nada virtual! Vórtice visual quimérico ...


“A Poetisa dos Ventos”
Deth Haak

31/3/2006


6 - Ao mundo Poeta
 

Ouvem-se cantos num campo de flores
no Mundo Poeta é tempo de canções
de vários sons e de todas as cores
nascem estrofes e muitas emoções

Há três anos reinas, é o Mundo quem diz
neste mundo Poético e enternecedor
sorriem estes meus olhos de aprediz
quando passeiam neste canteiro de amor

Neste prado onde nascem rebanhos
Há grandes pomares de frutos tamanhos
campos de açucenas onde reina a Poesia
passeiam suas penas e o poeta cria !
 
Há grandes senhores de enorme mestria
criadores de sonhos espalham perfume
eles são o Mundo o mundo é poesia
onde apascentam seu rebanho no cume

Levam a Poesia na sala de banquetes
erguem sobre nós o estandarte do amor
brindam com passas de uva e brilharetes
ao Mundo Poeta erguem um louvor !!
 
Cecília Rodrigues

7 - MUNDO POETA

Nadir A D'Onofrio

 
Além da imaginação
Situa-se o Mundo Poeta.
Habitado pelo Cavaleiro Mago...
Amante das artes
Apaixonado pelas letras.
No esplendor do seu mundo,
Sentia-se solitário...
Eis que um dia,
Apareceu no seu reino,
Fada das Letras...
E  o Cavaleiro Mago,
Pelos encantos da fada
Um poeta se tornou.

Mago e Fada!
No recôndito do castelo,
Nas poções fumegantes,
No espelho da magia...
Avistaram outros poetas.
Não demorou muito tempo,
A convite do Mago,
Um à um.. foi .chegando,
No Mundo Poeta adentrando...

Hoje todos juntos,
O terceiro aniversário,
Comemoramos...
Parabéns querido amigo,
Roberto de Oliveira!
Que o Mundo Poeta,
Esteja sempre em expansão.
Unindo poesias em espaços galácticos.
Trazendo a escrita multicolorida,
Matizes presentes,
Nas cores do arco-íris.
No espetáculo do amanhecer,
No carmim do entardecer...
Minha congratulação extensiva,
Aos amigos aqui presentes.
Semeadores de versos,
Nos jardins do Mundo Poeta...
 
29/04/2006
Santos SP

8 - O Mundo Poeta
(Soneto)
 
O mundo poeta é um paraíso de alegrias
Sonhos idealizados quimeras fantasias.
Sempre em busca, da ternura de sua magia,
Encantando os céus, doces inebrias!
 
Buscamos nos anjos, asas coloridas,
Cristalizando as brumas, língua macia.
O perfume sentido, no sangue aromado,
De fragrâncias adocicadas, da alma nada!
 
O mundo poeta é a essência da vida,
Existências sofridas, realidade entendida.
Amores em devagar, luares de encantar...
 
O céu a terra e o mar, sua jornada, é amar.
Está é a alma de seu universo em poesias,
De engradar o seu Ser e seu mundo palpitar!
 
Giovania Rocha

9 - Mundo Poeta - Acróstico I

M marco magnetizado das linhas na magia das letras
U ungidas na melodia que ouço descrevendo poetar
N nascestes há três anos, recitas verso a comemorar
D Deus no orbe poesia! Versejam astros os poemas
O odes e elegias alquimias marcam seu dia a felicitar...

P partituras em doces notas a penas e papiros
O Orfeu ergue o brinde, as Eurídices  eólicas
E estros flutuam em sedas maviosas, idílios
T tatuados em sinergia amorosa, eclodi rosas...
A assolo vento consoante felicitando os pontos.

“ A Poetisa dos Ventos”
Deth Haak
25/3/2006



10 - O MUNDO POETA

Margaret Pelicano
 
A poesia é uma mulher sedutora,
corruptora do corpo e da mente,
envolve-nos como serpente,
domina nossos ideais!
 
Opressora da corrupção,
dos meandros da falsa educação,
Lá vai a poesia carregando o poeta
de mãos dadas, para a ideal dimensão.
 
Pois, o mundo, poeta,
já é pura poesia;
mas só se vê essa vadia
se tiveres um olhar superior,
 
na malandragem da existência,
ela é a conseqüência
de quem planta e colhe
os frutos do amor.

11 -  Mundo Poeta - Acróstico II

M muitos caminhos desvendados, voar poemas percorridos !
U ululados no peregrinar trincheiras. Escarpas trilhadas...
N navegados em pélagos do eu, sufocado a derivar dos nós
D disseminando letras lágrimas, no solo da face em doidos,
O outrora recordados, carpem açoitadas ondas convulsivas...

P papiros em partituras, manuscritos esboços suprimidos
O Orfeu meu Deus! Poetas incitando peito desprendido
E execrando fardos. Reveladas lembranças, tempos idos!
T tatuados no cerne alquebrado, á penas focando nas íris.
A amanhando agonias, aliciando dores diversos descritos...

“A poetisa dos Ventos”
Deth Haak
18/12/2005


12 - Mundo poeta

O melhor dos mundos.
Terra encantada
cantada em rimas
& versos.

Passárgada
ou Atlântida
morada dos eleitos
das Musas...


Ricardo Mainieri

13 - AO MUNDO POETA...

Hoje darei vazantes as águas represadas que decantam
Destruirei derrotas das guerras de mundos templários
Libertarei minha alma de amores atemporais distantes
E conspirarei os encantos aspirando conexos migratórios...

Hoje eu flanarei picos nas asas do vento lobrigando oitantes
Adentrarei no orbe sideral e pousarei na lua Calcinada de átrios
Levando de presente para senhora dos encantos, os diamantes
E ametistas que amealhei com meus versos nos ajustes resgatados...

Trago nas mãos a bússola e papiro egípcio a cartografia dos rumos
Traçando a rota suprema. “O Mundo Poeta”, colossal vazão do amor!
Onde a benevolência flui nos rios, e permanece na vastidão incólume
No propalar das flores que noticiam a fusão das espécies nos abrigos ...

Hoje o condão da fada me faz artífice, rasgando as entranhas enlevadas
De sonhos, retratando na tela mental a imagem dum Mago Cavalheiro
Andante. Roberto Oliveira o quadro celeste das molduras cênicas cintiladas
Do lidado coevo .Tergiversado indivíduo de luz, Fagulha do núcleo corpóreo...

‘“A Poetisa dos Ventos”

Deth Haak

31/3/2006

14 - Do poeta...o que há para saber?

Do poeta
o que há para saber?
que importa
se ás vezes
não sabe crescer
cose-lhe o olhar
a candura
é sol é lua
enquanto sua luz
dura
da solidão
é o rei
tem olhos
do tamanho do mundo
mãos feridas
de tanto escrever
lá no fundo
esconde o medo
de viver
respira nos seus dedos
o segredo
de todas as  palavras
que nasceram
para sofrer
traz-lhe a vida
a aventura
dança com as letras
na noite madura
canta com elas
ao amanhecer
constrói o caminho
que vai percorrer
atravessa qualquer rua
invade todos os becos
como uma melodia...
do poeta
o que há para saber?
somente a poesia...
 
Augusta Franco (Ludus)

15 - Mundo poeta
 
Mundo poeta nasceu ao olhos ver a primeira estrela
Sentimento e amor ficou no ar
E paixão que o coração ama vela
Aumenta com a luz prateada do luar

O mundo poeta e o mais rico na verde
E um sentimento de amor sem linhas ou fronteiras
E uma luz que rebenta do coração
E o descrever de inofensivas brincadeiras

São verdades astrais que podem causar paixão
No meu mundo poeta criei tantas amizades
Aprendo tantas coisas que não sabia
Um mundo de pensamentos e verdades
O rimar e se tornar em poesia
O mundo poeta tem mais saber e igualdade

Um mundo de amor respeito e aprendizado
O poeta ama e da liberdade
Pensa no bem mas pode estar enganado
O poeta verdadeiro acredita em deus
Mas não se amarra nas mentiras das religiões
Mas acredita no impossível para alem dos céus
Que criou nossos gnomas de electrões
O poeta sabe que a agua terra e ar, tem micro organismo
Dai nasce nossa vida e o saber
Partimos quando manda nosso destino
A mãe natureza nos abraça ao morrer

Por Armando Sousa
armando.sousa@sympatico.ca

16 - Mundo Poeta

© Daura Brasil

Poesia, a alma sensível arrebata!
Trás no âmago de seu contexto,
A essência, que o sentir nobilita,
Ao descortinar um excelso texto.

Um mundo encantado faz brotar,
Com as suas deliciosas narrações,
Embevecidos, acalentamos entoar,
Versos, harmonizando os corações.

De repente, se mostra o desenhar,
De um mágico exaltar de fantasias,
Então, diligenciamos o desvendar,
De sonhos que agasalham alegorias.

Despertos, florescemos o desejo,
Numa linda canção de liberdade,
Que vibra intensa, grande enlevo,
Pelo mundo poeta da sublimidade.

São Paulo, 01 de abril de 2006.


17 - Ao Mundo Poeta

(Feliz Aniversário!)

Sandra Fayad

No começo das viagens virtuais ao mundo da poesia
Deparei-me com teu ar misterioso e escuro.
No primeiro momento rejeitei tua companhia
Pois minhas paixões são a luminosidade e o ar puro.

Mas, curiosa, retornei outras vezes a esse labirinto.
Não sei se atraída pela força de um campo magnético,
Se conduzida pela fúria do mais primitivo instinto,
Ou arrastada pelas garras de um espírito patético.

Cada volta me mostrava um novo panorama.
Ora recoberto de tempestuosa paixão arrebatadora,
Ora revestido da leveza de quem simplesmente ama
E tem na mão estendida uma imagem da manjedoura.

É espaço de contornos bem delineados.
Bem escolhidos foram os seus protagonistas,
Que melhor não estariam representados:
São poetas, apaixonados e competentes artistas.

18 - O Mundo Poeta

Hoje, mais uma janela se abre
deixando que os raios de sol
penetrem bem dentro do coração da poesia,
expandindo e irradiando luz, muita alegria
pela passagem do seu 3° aniversário.

Que o "MUNDO POETA" seja pleno
tão radiante e caloroso
quanto o sol que iluminará
sempre os passos
por onde quer que  caminhe.

"Cavaleiro Mago e Drago" desejo de coração
que  continue sempre firme
nos  propósitos de realizações
e que os sonhos de amor se tornem uma realidade doce
que irá constantemente adoçar a vida.

Que a felicidade se apresente ao "MUNDO POETA"
como flores com nuances coloridas
perfumando o seu jardim da vida
com tudo aquilo que possa lhe fazer feliz.

"Roberto Oliveira" muita paz,
muito otimismo, muita fé
na esperança de se ser
bem melhor a cada dia.

Que Deus  abençoe O Mundo do Poeta e em todos os demais dias de  vida, dando nos sempre a alegria de poetar.

Felicidade,
hoje e sempre,
a todos os poetas,
pois sem vocês a poesia não existiria!

Ivete Tayar
(autora)

19 - Acróstico O Mundo Poeta

O h! Que lindo é ser poeta onde leva ao

M undo a beleza da vida em forma de poesia
U m devaneio que nos faz sonhar e voar nas
N uvens do infinito amor...
D ádiva natural que existe no homem que é a essência divina
O nde o poeta com as penas induz a alegria

P oetar é dom de Deus pra  que fique na sua lembrança
O verdadeiro significado do amor
E ntrelace de corpos e almas benditas a
T ransmutar e levar melhoria de vida
A todos que souberem conjugar o verbo Amar!

Ivete Tayar
(autora)

Respeite os Direitos Autorais
Lei nº. 9.610

20 - MUNDO DO POETA
 

Vai-se por ali:
Sobe-se a montanha da estesia,
até o planalto das quimeras...
Além, avista-se a planície dos sonhos,
entre o relevo dos mitos  e a terra das fadas.
Lá, onde a fantasia se veste de realidade
e a verdade põe máscara de ilusão...
Bem à frente, avista-se o monte dos devaneios,
onde a magia encontra-se com o místico
à promoverem inspirações...
É lá que percorre o rio da Utopia, afluente
do rio dos Anseios,
que deságua no bom mar dos Anelos Buscados.
Chega-se, então, ao Vale do Encantamento,
que é de uma claridade cheia de beleza diáfana,
pela luz da confiança...
Aquele é o vale é o habitat natural dos Ideais,
belas aves mansas,
que o sobrevoam e dando-lhe encantamento...
Chega-se, então,  numa planície,
entre a Terra do Sim
e a várzea do Creio...
Lá fica o Mundo do Poeta
entre seus múltiplos canteiros
de otimismo, beleza,
simplicidade, arrebatamento,
doçura... que embala em versos e
exporta pelas vias da poesia
 
Eme Paiva
03.04.06

21 - Mundo Poeta
 
Por detrás das montanhas,
onde o rio faz a curva,
destaca-se  ao alto,
magestoso, dourado,
o mundo poeta.
Ultrapassando o grande portal,
a magia invade o espaço
onde a harmonia de sons,
cores e poemas, se faz presente.
Poetas se reúnem em cirandas
e de mãos dadas, unem corações e
sentimentos que transbordam
peito a fora, rasgando o verbo.
Amor e dor passeiam lado a lado
sem o menor conflito pois,
são irmãs de caminhada,
na pena do poeta.
Esse é o real, o verdadeiro
mundo poeta que, exala
o perfume das flores do campo.
O mundo que, tal qual mãe,
acolhe e acalma.
O mundo pelo qual
todos os poetas lutam.
Um mundo de amor e paz,
que une nações.
Esse é o mundo poeta.
 
Autoria: Simone Borba Pinheiro
04 / 04 / 06

22 - PARABÉNS!

Os meus sinceros parabéns
Eu quero desejar
A este magnífico site
Que sempre deve continuar.

Na internet eu conheci
Uma grande Amiga
Chama-se Arlete
E é muito divertida.

Ao Roberto
Eu quero agradecer
Por ter aceite os meus poemas
E isso não vou mais esquecer.

Ao site eu quero desejar
Que espero sinceramente
Que seja sempre a enriquecer
Continue sempre em frente.

Ana Filipa Cruz Rebelo - Anjo da Bruma

23 - O MUNDO POETA

Surgiu o mundo poeta
Isso já há muitos anos
Poetando faziam festas
Lendo e até cantando.

O mundo poeta é lindo
É muito brilhante, excelênte
Mundo que vive sorrindo
Universo mágico e contente.

Espaço de fantasia e realidade
Criador de momentos felizes
De sentimentos e moralidade
Que brilham em todos os paízes.

O mundo poeta
É simplesmente formador
Que em versos muito fala
Com imenso e grande amor...

ANTONIO CÍCERO DA SILVA
www.recantodasletras.com.br/autores/antoniocicerodas
acicero.@ig.com.br

Carapicuiba/SP, 04/04/2006


24 - O MUNDO POETA

Nos versos o poeta exprimia em rimas o amor
Que outrora alegrara o seu viver.
Agora a nostalgia invade o seu peito,
A dor da paixão feriu seu coração,
Entranhada de saudades de um tempo feliz,
Que se esvaiu como a brisa amena
Espalhando folhas secas no final do dia.

Para esquecer a tão grande dor,
Transfere para o papel suas mágoas,
Salpicando com lágrimas as linhas poetadas,
Onde expressa no seu canto versejado,
A desilusão de ser abandonado.
Mas sua nobreza é maior que a mágoa,
E o consolo vem na inspiração,
Olha o luar e o brilho das estrelas,
E os pés descalços pisam a branca areia,
Que são molhados pela água do mar.

Fica absorto a olhar tanta beleza,
E nem percebe que a manhã chegou,
Mas de repente tem um sobressalto,
Com o alvorecer desperta um lindo dia,
Raios de sol invadem o seu corpo
Acalentando e renovando a vida,
E no poeta surge a esperança,
De novamente encontrar o amor,
E nos seus versos exprime a beleza
Que renasceu de uma desilusão.


Therezinha Aparecida Válio Corrêa
(There Valio) -03-04-06

Publicado no Recanto das Letras em 04/04/2006


25 - O MUNDO POETA II

No mundo poeta há tanta beleza,
Eterna magia em seu caminhar,
Cantando em versos as belezas das flores,
No céu maravilhas em noites serenas,
Estrelas cadentes enfeitam a noite,
E a lua a brilhar inspira os amantes,
Num canto perfeito sai rimas ao amor,
E nos apaixonados as juras se calam,
Nos lábios somente um sorriso sincero,
E o olhar fala mais que palavras,
Na paixão concebida em meio à poesia.

Quisera o poeta em seu mundo somente
Versar alegrias e não ter tristezas,
Mas no mundo poeta não é só poesia,
Também tem lamentos em sua saudade,
Paixões que atormentam em seus desencontros,
E ferem a alma do pobre poeta,
Seus versos sofridos revelam a dor
Que seu coração nas entranhas carrega,
Embora o soneto ainda fale de amor.

Quisera no mundo o poeta encontrar,
Os versos que falam das belezas do mar,
Falar somente das matas e pássaros que enfeitam o lugar,
Cantar maravilhas nas rimas poéticas,
Num mundo sonhado, mas não realizado.
Por isso o poeta chora e escreve o lamento,
Por aquela criança que morre de fome,
Sem teto padece na dor que consome,
E seus pais sem emprego nada podem fazer,
São vítimas de um mundo que o poeta não quer,
Mas que infelizmente pouco pode fazer,
Mas ainda ele tenta em versos gritar,
E mais uma vez seu lamento ecoar,
Quem sabe um dia a poesia vai falar
Aos corações mais duros,
E uma voz lá dentro quem sabe cantar,
Rimas ao amor e este mundo mudar.

04-04-06

Therezinha Aparecida Válio Corrêa
(There Valio)

Publicado no Recanto das Letras em 04/04/2006

26 - Um brinde ao criador

Vincent Benedicto

alma livre
coração aberto
algum lugar do infinito
pés no horizonte
certeza de ser, estar
visão do universo
prá muitos
apenas nuvens, utopia!
sonhos
felicidade presente
realização a cada dia
emoções que brotam
no peito
nada é tão belo
um brinde ao criador
vida que a natureza
fez com amor

27 - MUNDO DO POETA

Sueli do Espírito Santo
 
Mundo do Poeta, encanto e magia
apaga sua terceira velinha
neste mundo mágico da telinha
três anos de pura poesia
 
repleto só de arte e cultura
agradando a todas pessoas
especialmente com a leitura
entre tantas outras coisas boas
 
Parabéns aos fundadores
também aos escritores
por tamanha dedicação
trazendo-nos só emoção
 
Aos poetas e poetisas
também os cumprimentos
com seus puros sentimentos
toda nossa alma se suaviza
 
http://www.sue2001.recantodasletras.com.br
http://br.geocities.com/sueli_espirito_santo/index.htm

28 - Mundo Poeta

LuliCoutinho

Hoje o Mundo Poeta
Num turbilhão de emoções
Reúne versos de paixões
Doces rimas com estética.

Saúdo este encontro
Poetas do encanto
Um canto de Deus
Carícias ao pranto.
 
Homenagem ao poeta
O Mundo da Fada
Que Roberto atesta.
São momentos em festa.


06/04/06
São Paulo - SP - Brasil
http://www.lulicoutinho.prosaeverso.net

29 - Mundo Poeta - Acróstico
Regina Bertoccelli
 
M inha alma solta, liberta, encontrou
U m cantinho especial
N o mundo do poeta
D espiu-se das amarras que tolhiam suas emoções
O usou extravasar seus sentimentos...
 
P ensamentos que  fluiam soltos
O nde a poesia pode acontecer
E stimulada por anjos poetas
T erminei finalmente
A obra iniciada...
 
30 - CIRANDANDO VAMOS POETANDO
Marcial Salaverry
 
Nesta roda entrando,
vamos todos poetando,
poeticamente cirandando,
nossa alma libertando,
nossos versos cantando,
nosso carinho e amizade espalhando...
Venham amigos, nos acompanhar,
neste alegre e doce cirandar...
Vamos de festa e alegria falar,
vamos também dançar,
e até mesmo namorar,
parados não podemos ficar,
para nao enferrujar...
A Ciranda está aberta,
começando bem esperta,
pra ver se sua veia poetica desperta,
e conosco você se acerta...
Entre na sequencia,
e, assim, com sequencia,
teremos uma Ciranda em consequencia,
para o Mundo Poeta,
com os poetas em seu mundo poetal...
 
Marcial Salaverry

31 - ANIVERSÁRIO DO MUNDO POETA

 
O Mundo Poeta é a nossa comunidade virtual
Ao serviço da poesia lusófona intercontinental…
Vem agora comemorar seu primeiro aniversário
Nesta data que se celebra no nosso calendário!

Reúnem-se os trovadores para a festejar…
Todos trazem versos que querem declamar…
Vive-se um ambiente de confraternização
Tantos beijos, abraços e apertos de mão!

Vê-se emergindo novos vultos nesta arte
São os recentes talentos desta irmandade…
Recebidos em ambiente de animada euforia
Pois são eles as principais vedetas neste dia!

Estamos aqui reunidos em comunhão
Para juntos fazermos uma ovação…
Ao nosso Mundo Poeta ainda jovem
Queremos fortalecer a sua imagem!

Celebramos este evento com êxito
Aquilo que outrora parecia miragem…
O Portal tem a condigna homenagem
Onde ele chegue imporá seu respeito!

Há razão para um brinde aos poetas
Homens de bem e grandes profetas…
Um viva também à língua da lusofonia…
Ao Mundo Poeta e à consagrada poesia!
 
Rui Pais

07/04/2006

32 -  ARLETE
 
A uxiliadora em todos os momentos
R ecebe e dá amor até pelos pensamentos
L eal etc e tal sem bajulamentos
E smera na poesia, brinca com a emoção
T eu ser é transparente em qualquer relação
E la  para mim é divina, minha amiga do coração!

PretaCosta
 
33 - Somos ou não!
 
Nascemos poetas ou não o que fala alto é a emoção
Nosso mundo é hilário não vai além do imaginário
Tudo que fazemos ou pensamos é ditado pelo coração
Versar é nosso lema!
Todas as mensagens são um relicário...
           
Da minha existência eu tirei...
Prosa e versos que no mundo dos poetas lancei!
Poesias a todos para sempre doarei...
Sem poetar, nada sou!
Sem meus versos o que farei?
       
Ave aos  dons que recebi dos Céus
Muito obrigada meu Deus por não ter esquecido de mim
Seu manto caiu leve em minha vida como um véu...
 
         
Assim tranquila quero estar
Versar como um fino cetim
Entoando rima por rima do começo ao fim.
 
       
Ligando céus e Terra
Escrevo meus ais no mundo dos poetas
Realizando assim meus desejos mais secretos de aprendiz..
 
PretaCosta

publicada em:
http://www.recantodasletras.com.br/visualizar.php?idt=131354

34 - MUNDO POETA
 
Percebi no choro de tristeza,
a candura, a pureza,
orvalhar, olhos de crianças,
múltiplas e sadias esperanças.
Anúncio de melodiosa aurora,
brilho, trinar de pássaros, surgem agora,
homenagem aos florais,
cintilantes e multicores vitrais.

Cantar, estribilhos sensíveis,
plangentes versos incríveis,
sonatas de harmoniosas canções,
tanger de sinos, palpitar de corações.
 
Percebí nos sonhos, a singeleza,
na amizade unissonante nobreza,
e, no poetar solitário e galante,
deste único mundo fascinante,
belezas em versos e prosas,
maravilhas, ternuras harmoniosas,
livres lamentos do sofrer,
e o cântico, amar e viver !
 
No alvorecer, este alegre mundo de poesia,
enaltecedor de sensíveis alegrias,
à nossa terra, os versos, essência do esteta,
ao nosso mundo, o MUNDO POETA !
 
Autor: Maurélio Machado
São Bento do Sul/SC/Brasil

35 - MUNDO POETA - Acróstico

M ovimento de energia
U m sentir que emana da alma
N ada a impede de aflorar
D a alma ela nasce forte e livre
O uvimos seu chamado e não resistimos

P oesia, ah! poesia...
O mundo é poeta
E xplosão incontrolavel
T odos te amam poesia
A vida não teria sentido sem ti!

"Dama De Negro"
36 - P O E T A

O poeta é como o amor
Fala uma linguagem singular
Não tem pátria, religião e cor
Dilata longínquas fronteiras

Que o poeta nada tenha
Mas não lhe falte
O vocábulo da emoção
A transposição do sentimento
Com beleza e alma
Recôndito do seu ser
Universo também de outros seres

A poesia é aquela mágica
Que faz o feio ficar bonito
O cego ver
O mudo perante o mundo falar
A terra conhecer o céu

Faz da realidade mais crua
Um universo aberto
com mil possibilidades
de estrelas iluminadas
Mesmo nas trevas
Da mais escura noite.

maria do socorro cardoso xavier
email kadigja@yahoo.com.br

37 - MUNDO POETA

Poeta o mundo te cerca de imaginação, vivendo
a realidade de seus versos.
O amor se espalha em uma pagina, que recebe
de sua poesia, a homenagem de uma vida
que vive sonhando com a paz...

Mundo poeta, o som do silencio é a magia
do desconhecido, que ganha do vento
a canção da esperança, onde um coral
de sabiás, do alto da palmeira, espera
o tempo passar em uma poesia...

O mundo da poesia, é a manifestação
da paz que brota do coração do poeta,
que semeou o colorido do arco iris,
onde colibris pousados em suas cores,
esperam um beijo das flores...

Mundo poeta da fantasia,
se torna real na imaginação. Que a
humanidade sonha, aguardando
seu poema para renascer na vida
em busca da paz, que habita
em seus versos...

A poesia ganha uma melodia
do mundo poeta. Que é o amanhecer
das orações, e com o brilho do sol,
agradecem a lua e suas estrelas,
por iluminarem os sonhos que foram
em busca da luz...

Rogério Miranda
 
38 - O mundo poeta existe!

O mundo poeta existe,
entre tantos mundos do universo!
É um mundo que persiste,
até mesmo na contra mão dos passos do mundos
com seus passos que deixam marcas...
Transformados em versos!

O mundo poeta existe,
material e concreto!
Palpável, ao toque dos dedos,
ao alcance das mãos...

O mundo poeta existe,
imaterial e onirico!
Suspenso entre dimensões e espaços,
sonhos, sentimentos...
Amores inconfessos!

O mundo poeta existe,
como uma tela em que pinta-se com cores fortes, pincéis ensagues!
Como uma tela, de plástico e circuitos,
máquina que nos liga ponto a ponto, a pontos diversos!

O mundo poeta existe,
como um reino encantado,
onde um mago mestre, nos conduz...
Onde a magia esta presente em imagens,
miragens, miragens... Luz!
-Frutos de nossos corações e cerebro!

O mundo poeta existe,
perpetuando ante o passar do tempo,
aqueles sentimentos atemporais tornados versos!
O mundo poeta existe!

É a boca que fala a lingua de nossos sentimentos,
a voz que não se cala!
Existe o poeta!
Existe o mundo!
Existe o mundo poeta, bandeira de nossa paz indiscutivel,
marco de nossa guerra...
Pois nós somos visionários de outros mundos...
Onde a paz é regra!
O sentimento é expresso!
Expressão vibrante de palavras vivas!
Pois o viver dos poetas,
pois o mundo poeta é a materialização concreta
do que carregamos em nossas almas e na vida; Poesia! Poesia!


São Paulo 09 de abril de 2006

Edvaldo Rosa

www.sacpaixao.net
www.casadoescritor.com

39 - Meu Poetar
Tânia Ailene
 
Sou poesia no mundo onde moro
com letras vagando nos sonhos
ilusões perdidas não sei onde
só sei poetar...
Narrando vou sempre
juntando emoções e razões
vividas no meu divagar...
As vezes mais eróticas
outras pouco sofridas
mais sempre mostrando quem sou...
No ato de poetar gosto mesmo
é de vibrar com intensidade
todas as vivências passadas...
Falar do sol, da lua, as estrelas,
o vento, o mar
tudo nos leva a amar...
Com pensamentos pecaminosos
vivendo romances esquecidos
nas lembranças do inconsciente contido...
Só assim o poeta se iguala a todos
com a intensa magia no sonhar!
 
9/04/2006
Tânia Ailene
Rio de Janeiro
Brasil

40 - Mundo Poeta,

Mundo mágico
Iniciado por um Mago
Não só de nome,
Porque realmente ele o é
Pois sua vida dá
Para esse Mundo ser o que é
Nesse Mundo nasci para a poesia
Nele cresci
E melhor aprendi a me conhecer
E entender

Para mim a poesia
É uma linguagem universal
Falada de uma maneira total
De igual para igual

É o que nos mostra o Mundo Poeta
Com sua linguagem genérica
E seus poetas e poetisas fantásticos

Uns mais reconhecidos
Outros menos
Mas neste Mundo Poeta
Que a todos ama com o mesmo fervor
Todos têm o seu real valor


Fátima Rodrigues

11.04.2006

41 - Queria entender o mundo

Queria entender o mundo:
-Esse mundo poeta é assim;
-Um pouco brinco com ele,
Um pouco ele sorri pra mim.

Quem me vê, assim vestido,
De gravata, terno e tal,
Não sabe das minhas lidas
Nesse mundo, sem igual

Eu sou filho da terra
Nascido de boa semente
Sou chão, sou fogo, sou água,
Sou filho de uma boa gente

Trabalhei, desde miúdo,
Lavrando a terra, para ajudar
Meus pais e mais dez irmãos
Que precisavam se sustentar

Sentia bem a energia
Que brotava lá do chão
Que germinava a semente
Que medrava de antemão

As vezes, segurando a enxada
Sentia aquela vibração
E a energia que a terra tem
Queimava meu coração


Passava assim essa força
Através da minha enxada
Que alimentava minh´alma
Que se sentia confortada

Mas, o mundo foi rodando
E nas voltas que o mundo dá
Tornei-me gente da cidade
Mas, nunca esqueci de lá

Quero que Deus me conceda
Uma grande graça, alvissareira
No meu fim quero voltar ‘a terra
Da minha morada derradeira.

E eu, ACAS/semente vou brotar
Para ser um dos belos ipês
Que todo agosto, todo ano
Se vestem bonito, para vocês

Antônio Carlos Affonso dos Santos-ACAS
antonioaffonso@pmnt1.com.br

42 - Mundo Poeta

O que é o Mundo Poeta?
Será um império Asteka
Já esquecido do mundo?
Ou uma galáxia paralela
Sem nenhuma mazela
Do nosso mundo?
Não encontrarás resposta na Geografia
Nem mesmo na filosofia
Pois que o Mundo Poeta
É a sua mais pura nostalgia
É a sua saudade de um tempo perfeito
Tempo em que tinhas no peito
Somente amor para dar
Tempo que a humanidade
Irmanada de verdade
Cultivava o poetar
E se fazia poesia
Não só nas letras
Como também em gestos
De extrema grandeza
E solidariedade ímpar
O Mundo Poeta
É um mundo de sonhos
Quimeras, fantasias...
Longe porém de ser utopia
Repleto de beleza
E toda a realeza
Das mais belas rimas
Mundo de Roberto Oliveira
De Fada das Letras
E muita poesia!

Luís Cardoso
(cacaubahia)
Publicado no Recanto das Letras em 13/04/2006

43 - O MUNDO POETA

O oráculo da inspiração de um universo em que a poesia

M manifesta nos seus versos a alegria em que poetas e poetisas
U unidos, comemoram o aniversário do Mundo Poeta.
N neste mundo em que se juntam poemas oriundos
D de vários recantos do planeta num uníssimo coro de versos e rimas,
O onde cada um libera o seu sentir poético.

P poesias que falam de amor, paixão, desilusão, saudade,
O onde o grito muitas vezes sufocado dentro do peito,
E espera um olhar, um sorriso e uma palavra de esperança para
T tentar ofertar todo o amor contido no
 âmago de seu coração.

Therezinha Aparecida Válio Corrêa
(There Valio) -13/04/06

 

44 - O MUNDO POETA

O nde buscar e conhecer um mundo mágico?

   M undo que fala em várias línguas uma mesma mensagem,
     U nindo pessoas que deixam gravados seus poemas
       N uma simples folha de papel em que liberam suas sagas
         D eixando suas marcas cravadas em versos que traduzem beleza, mas também
           O medo de perder o ser amado, revelando sua angustia nessas linhas.

               P orque também neste mundo de magia e fantasia,
                 O corre a dor da desilusão quando o amor se acaba,
                    E mpobrecendo um coração outrora rico de felicidade,
                      T orturado agora pela dor da saudade, que
                         A tormenta o seu viver.

                                    Therezinha Aparecida Válio Corrêa
                                               
There Valio – 13-04-06

45 - Mundo Poeta

M agia que na galáxia inebria,   M aravilha e entontece
U nião de corações amorosos,  U nção de afectos reais
N obílissimas almas na alegria,  N a tristeza que perece
D oçura de encontros fogosos,  D oando-se, aos demais
O encanto da música e poesia,  O acalanto que enobrece

P or entre estrelas, navegando,   P oetas em si albergando
O stensivo engalanado de festa,  O stracismo é já passado
E m si reune sonhos, afagando,   E stremece recordando
T erapia de espíritos que resta, T orturas deixadas de lado
A mando com poemas curando,   A lmas tímidas, pranteando

Arlete Piedade - Fada das Letras
 
46 - Mundo Poeta-Aos Nossos Amados Irmãos

Mundo encantado
União Perfeita de Amantes
Dessas almas errantes
Que no papel encontram a alegria .


Mundo Poeta de seres mágicos
Todas as almas que ali estão
São seres etéreos
De um cosmos irmão .


A divina consciência poucos a tem
Mas gravada em suas almas
O Poema do Criador do Universo
Ela a todas contém .

Somente de maneiras diferentes
A cada um é revelada essa história
Aos poucos todos ficamos sabendo
Que a luta pela Poesia nos Enobrece!


E nos eleva aos pés daquele que sabe todas as coisas e que incentivou algum irmão de luz a trazer para esse plano material aquilo que já era uma realidade no Astral

O encontro do Amor de Poetas Encarnados nesse Plano.

Beijos e Parabéns ao Mundo Poeta e a todos Poetas e Poetisas que ali derramam sua essência Pura o Amor!


PeroladaCoroa

Publicado no Recanto das Letras em 13/04/2006

47 - Mundo Poeta

M adona de todas as minhas Preces,
U ngida ser por Bençãos Tu mereces;
N a minha mente és Tu que apareces,
D entro da humana noite Tu alvoreces,
O nde doas Teu Amor, Tu enterneces!
 
P rá ajudar a todos do Céu Tu desces,
O nde há sofrimento, Te compadeces;
E cada coração apagado incandesces
T razendo-lhe o Amor, que enobreces,
A mor, qu'em mim, agora rejuveneces!
 
Moacir et Selena

48 - MUNDO POETA-Acróstico e Carversos(Carta com 128 versos)

R-Roberto de Oliveira do Rio de Janeiro.
O-O seu nascimento, com o meu coincidiu:
B-Belo verão de janeiro.Artista por inteiro.
E-É músico profissional,canta e encanta o Brasil.
R-Realiza coreografias, desfile, iluminação...
T-Teve Agência de Modelos, “New Face” até fazia
O-O álbum das fotografias, filmagens e reprodução.
-
D-De Técnico em Eletrônica à Missão de Enfermeiro,
E-Eletricista de Motos e de Automóveis, Computação.
-
O-O DONO DA LOJA,Cultura Lusófona do nosso idioma.
L-Liberta o sonho, que de fato, sai do anonimato.
I-Irradia confiança, sacia a sede “WebDesigner.”
V-Vibra com nova aliança para futuras publicações.
E-Evidencia o talento do autor e ameniza a dor.
I-Imbuído de Práticas edificadoras Marciais...
R-Revelações confortadoras.Roberto, sério Editor
A-Aflora emoções de Autores em Páginas Pessoais.

Parabéns, pelo aniversário natalício,
aos 45 anos, em sete de janeiro de 2006.
Parabéns pelos três anos do Mundo Poético,
BH, MG,Brasil, 16 de abril de 2006.

Sílvia Araújo Motta

49 - CARVERSOS(Carta com 128 versos)
Por Sílvia Araújo Motta

01-Capital Belo Horizonte
dia quinze, mês abril,
um livro de pura fonte
o MUNDO POETA abriu.

02-Escrevo por meio desta
Carta em Versos a rimar.
Ao participar da festa
faço versos a cantar:

04-Parabéns MUNDO POETA,
erga a taça com prazer,
três velas vencendo a META,
a incentivar o escrever.

05- O mestre que nos conduz
ao MUNDO POETA, amado,
Roberto Oliveira é Luz
Mago do Reino Encantado.

05- Três anos! Boa semente
de Alfa a Ômega percorre
MUNDO POETA é evidente
com terra boa não morre.

06- MUNDO POETA é jardim
de flores do bem-querer,
o perfume chega em mim
para aumentar o saber.

07- MUNDO POETA, que atinge
fascinante integração
de paz e amizade tinge
com perfeita dimensão.

08- MUNDO POETA, a harmonia
paira nas belas lições,
evita taquicardia,
no pulsar dos corações.

09-Cada sonho, que floresce
no teclado virtual,
no MUNDO POETA cresce
o desejo do real.

10- MUNDO POETA é canção
de perfeita melodia,
em cada composição,
lição para o dia-a-dia.

11- Ao MUNDO POETA faço
reverência no presente:
-Com magia invade o espaço
na excelência da semente.

12- O MUNDO POETA acalma
e sabe embalar a vida,
luz a iluminar a alma,
na amizade colorida.

13- O MUNDO POETA encanta
e chega às várias Nações,
declama poesia e canta
faz belas declarações.

14- O MUNDO POETA exala
floração maravilhosa,
para muitos até fala
poesia melodiosa.

15-Cada escritor oferece
sua Ciranda a cantar,
MUNDO POETA agradece:
-Vamos todos cirandar.

16- O MUNDO POETA “Rei”
acaba de ser eleito!
Entre palmas, eu direi:
-Não tem nenhum preconceito.

17- MUNDO POETA eterniza,
viver em comunidade,
em versos confraterniza
três anos de lealdade.

18- Se o teu sofrer já não cabe
no peito, venha falar:
o MUNDO POETA sabe
as lágrimas enxugar.

19- MUNDO POETA ultrapassa
fronteiras e com seu jeito
transcende o universo e passa
a morar em nosso peito.

20- MUNDO POETA é ilusão,
que habita na fantasia,
que espanta qualquer tensão,
seja em prosa ou poesia.

21-MUNDO POETA é um reinado
de escritores e de artistas,
muito bem representados,
contistas e sonetistas.

22- MUNDO POETA é enfeitado
com letras sempre a brilhar,
parece um céu estrelado
numa noite de luar.

23- MUNDO POETA é plantado
bem dentro do coração,
pela amizade regado
pela paz da inspiração.

24-MUNDO POETA é humanista
nele sei colher bondade,
do ensaísta ao sonetista,
a grandeza da humildade.

25- MUNDO POETA, obrigada
se meus versos publicar...
Trovadora entusiasmada
só consigo “Trovejar”.

26- MUNDO POETA, agradeço
o convite recebido...
Fundadores, não mereço
estar neste Reino Unido.

27-Sou apenas, repentista
de ambiente familiar,
Trovadora-violonista
gosto mesmo, de cantar.

28- Recebam beijos e abraços,
toda minha gratidão,
um sorriso, em lindos laços
coloridos de emoção.

29- Ao MUNDO POETA, quero
aqui de novo voltar,
a sabedoria espero
aqui poder aumentar.

30-Arlete, muito obrigada,
por convite - intimação:
-Saiba que estou encantada
com sua dedicação.

31- Sou a Sílvia Professora
bem feliz aposentada,
violonista e escritora
pela vida apaixonada.

32- Roberto, teu grupo é forte,
reconheço meu lugar,
mas, se me deres suporte
estou à disposição.

Belo Horizonte, Minas Gerais,
Brasil, 15 de abril de 2006.

silumotta@hotmail.com
www.silviaraujomotta.virtualismo.com.br
www.recantodasletras.com.br/autores/silviaraujomotta

Silvia Araujo Motta

MUNDO POETA -Sonetilho TRISSÍLABO Por Sílvia Araújo Motta

Por Sílvia Araújo Motta(*)

O espaço
é poético:
versos faço.
Bom ser ético.

Crio laço
bem profético,
dou abraço,
feliz fico.

Viva! Palma!
Que beleza!
Tenha calma

o Roberto
com certeza:
-LÍDER CERTO.

(*)silumotta@hotmail.com
Lembretes:
a-Com versos de três sílabas,
aparecem poucos poemas em nossa literatura,
mas os TRISSÍLABOS
costumam ser mais usados
em estrofes compostas, geralmente
combinados com heptassílabos.
b-Vale observar o acento PRINCIPAL
na terceira sílaba,
usado por Gonçalves Dias.
c-O acento é opcional na primeira silaba.

MUNDO POETA-Sonetilho TROVADOR Heptassílabo ou Redondilha
Maior

Quem quiser escrever TROVA
visite o MUNDO POETA
toda a beleza comprova
no compasso de um esteta.

Trova não é coisa nova,
pois rimar nesta faceta
a sua mente renova
se a métrica for seleta.

Roberto Oliveira tem
uma experiência tal
logo que a matéria vem,

Lê e relê a mensagem
revisa o texto total,
no trabalho de postagem.

Belo Horizonte, 16 de abril de 2006.
(*) silumotta@hotmail.com

447-MUNDO POETA-Sonetilho PENTASSÍLABO

Por Sílvia Araújo Motta(*)

Um SITE perfeito
belo, singular,
ótimo conceito
é bem popular.

Vence por direito
qualquer CIRANDAR
será sempre eleito:
-primeiro lugar.

Oportunidade,
lição verdadeira,
maior qualidade.

Caro escritor
Roberto Oliveira
Melhor Editor.

Belo Horizonte, 16 de abril de 2006.
(*) silumotta @hotmail.com

446-MUNDO POETA-Sonetilho TETRASSÍLABO

Por Sílvia Araújo Motta

Vê sem demora
no calendário
e comemora
aniversário.

Com três agora,
segue diário,
mundo afora
não solitário.

BETO em prece
vai além-mar
e agradece,

festeja a meta
a iluminar
MUNDO POETA.

Belo Horizonte, 16 de abril de 2006.
silumotta@hotmail.com.

50 - Aprendiz de trovadora

De trovas sou aprendiz
mas aqui já vou dizendo...
emocionada e feliz...
devagar  vou aprendendo...

Devagar vou aprendendo...
emocionada e feliz...
mas já aqui vou dizendo...
de trovas sou aprendiz.

Deth Haak querida irmã
achei-te no virtual,
se te vejo no ecrã,
sinto alegria total.

És poetisa dos ventos,
como quem borda, versejas,
são lindos teus sentimentos!
Que Deus sempre te proteja!

Ó Sílvia mestra querida,
habitante de além-mar,
No coração tens guarida,
pela amizade sem par.

Das letras, és professora;
a todos nós, nos ensina:
-Uma mulher-trovadora
que tem alma de menina

Ó meu Cavaleiro Mago,
venho agora, te saudar:
-Roberto, ao dar-me o afago
exaltas meu poetar.

És pessoa dedicada,
teu acalanto profundo!
É uma bênção ser a fada,
que reside no teu mundo.

Arlete Piedade

Arlete Piedade - Fada das Letras

51 -  MEU MUNDO DE ALEGRIA

Eu ontem estava triste!
A minha vida era triste!...
Nada me sorria,
Tudo era nada,
Tudo me afastava
Da ansiada alegria.

Vagueei em solidão,
Por entre a multidão…
Ri com quem ria,
Das dores da humanidade…
Mas, em boa verdade,
Não eram risadas de alegria! …

Das minhas fontes nasciam águas,
Que afogavam minhas mágoas,
Tanto de noite como de dia…
Gritei a minha frustração
E perguntei: Onde estão
A felicidade e a alegria?...

Eis que o Céu se abriu
E de lá surgiu
A Luz que anuncia,
A condição de ser poeta.
Hoje, com estofo de atleta,
Habito no mundo da alegria!

M inha
U ltima
N oção
D e
O rgulho!

P orque
O ntem
E stava
T riste…
A bílio!

(henricabilio@hotmail.com)

52 - Mundo Poeta - Acróstico

O desejo sirva a poesia

M undo colorido vivo
U nindo vozes comunicantes
N uma bela comunhão
D ada como fraternidade
O nde vivemos Liberdade

P ondo em cada poeta
O destino de todos
E de cada um
T ido único
A ssim… O Mundo Poeta!

Francisco Coimbra
http://www.recantodasletras.com.br/autor.php?id=656
 
53 - MUNDO POÉTICO-Soneto decassílabo sáfico-heróico

Por Sílvia Araújo Motta

Roberto amigo, líder vem com sorte,
já tem três anos vive bem no MUNDO
em um segundo vai do sul ao norte
da tela tira tudo o que é imundo.

POETA que traduz luz no suporte,
cultura de valor, saber profundo.
que sempre leva luz mais clara e forte
tesouro puro, sabe ser fecundo.

Lições reais estão em cada verso...
Se muitos vão sem crer nesta corrida,
no sonho a transcender lei do universo

A eternidade sem lugar seguro
revive muito além da própria vida,
que o bem do agora é o sono do amanhã.

Belo Horizonte, 16 de abril de 2006
silumotta@hotmail.com
www.silviaraujomotta.virtualismo.com.br
www.recantodasletras.com.br/autores/silviaraujomotta

PUBLICADO NO RECANTO DAS LETRAS, 16 DE ABRIL DE 2006

54 - MUNDO POETA VER PARA CRER -Sonetilho monossílabo

Por Sílvia Araújo Motta

Quem
crê
vem
lê.

Quem
ler
vem
ter.

Sem
ter
vem


quem
crê.

NB:Os versos de uma sílaba são de uso raro.
Geralmente aparecem combinados com
outros maiores para obtenção de certos
efeitos sonoros .
Gosto muito da simplicidade dos monossílabos.
Na grandeza do MUNDO POETA
de valor internacional, a mais singela homenagem,
em pequeno frasco monossílabo.
Parabéns ao  Editor Roberto Oliveira,
extensivos para Arlete Piedade,
nossa Fada das Letras, no além-mar.
Belo Horizonte, 16 de abril de 2006.

55 - MUNDO POETA -Sonetilho dissílabo

Por Sílvia Araújo Motta(*)

(Ro) (ber) to
( li )  (de ) ra,
( a )  (ber) to
(pon) (de) ra.

( A )  (ler) to
(se ) (cu ) ra.
( De) (cer) to
(pro) (cu) ra

( ob  )  (ter)
(pro)   (fun) do
( sa)    (ber)

(es)   ( te )  ta
(no ) (MUN) DO
(PO) ( E )  TA.

Lembretes:
a-(1-2: Contagem até a segunda sílaba forte)
b-Como os monossílabos,
os versos de duas sílabas não são freqüentes.
c-Também se empregam, de regra,
em estrofes polimétricas
para obtenção de efeitos expressivos.
d-Vale ressaltar que não se pode
fugir do tema proposto.
e- É obrigatório compor no sonetilho dissílabo,
duas estrofes de 4 versos(quartetos)
e duas estrofes de três versos(tercetos).

56 - Fada das letras , Parabéns Mundo Poeta!

Favônio trouxe a sílfide, no sopro do vento leste,
Já há algum tempo flanadas,diversas em versos
Duas fadadas às letras, sou amante inconteste
Nas letras traçam fadário, musicando expressos;

Uma na terra de Camões, outra a enlaçar cipreste
No nordeste do Brasil, duelam as fadas os estros.
Mesclam as poetisas, culturas versejando á boreste
Embaladas a brisa mansa ,engalanadas com versos.

Curvo-me a Arlete Piedade, a Fada do Mundo Poeta!
Ao Roberto Oliveira ,Mago de todas elas! Cavaleiro
Andante que Orfeu desvendou, um Drago de asceta!

Navegando universo na nave da poesia, um planeta
Foi criado. Sua luz candeia rimas, no orbe admirado
Jovem astro aqui decerto. Parabéns ao Mundo Poeta!

“ A Poetisa dos Ventos”
Deth Haak
15/4/2006


QUERIDOS AMIGOS: O SITE MUNDO POETA ( www.ferool.info/mundopoeta) COMPLETA TRÊS ANOS DE MAGIAS E ENCANTOS TECIDOS COM TOTAL DEDICAÇÃO E ENTREGA ABSOLUTA PELO CAVALEIRO MAGO ROBERTO OLIVEIRA!! MUITOS DE VÓS QUE PARTICIPARAM DA CIRANDA LÍNGUAS,( www.ferool.info/ciranda.htm) TIVERAM JÁ A OPORTUNIDADE DE CONHECEREM A SUA DEDICAÇÃO E ARTE SUBLIME! HOJE CONVIDO TODOS A VISITAREM O MUNDO POETA EM: www.ferool.info/mundopoeta E APRECIAREM COM OS OLHOS DA ALMA!! SE GOSTAREM E QUISEREM DEIXAR AQUI UMA MENSAGEM EXPRIMINDO O SEU SENTIR, (OU ENVIAREM-ME PARA: fadadasletras@hotmail.com ou fadadasletras@yahoo.com.br)  SEJA EM PROSA OU VERSO, TODAS AGRADEÇO E PUBLICAREI E EM SEGUIDA SERÃO ENTREGUES AO SEU DESTINATÁRIO. BEM HAJA A TODOS E QUE DEUS VOS ABENÇOE! BEIJOS NO VOSSO CORAÇÃO DA FADA DAS LETRAS
Fada das Letras
Enviado por Fada das Letras em 31/03/2006
Reeditado em 18/04/2006
Código do texto: T131354

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Fada das Letras
Almeirim - Santarém - Portugal, 60 anos
243 textos (32133 leituras)
3 áudios (178 audições)
5 e-livros (288 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 18:49)
Fada das Letras