Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Dia 25 de julho -  Dia do Escritor

Escrevo...

Escrevo, pois não consigo calar,
escrevo com sangue,
pois minha veia não cansa de pulsar!
Escrevo com o coração,
pois não canso de amar!
A minha mente escreve 
o que toco com o olhar!
Escrevo com a alma,
pois a minha alma não consegue se calar!
As palavras me saltam aos olhos,
minha pena as recolhem enquanto flutuam no ar,
e a pena sulca as folhas imberbes,
como a plantar sementes...
Sim, o que escrevo são sementes...
Que em outros corações e mentes,
querem flutificar!
Pois é só no outro que o destino das letras
se completam...
São como as largatas,
antes de virar borboletas, 
e bater as suas asas em pleno ar!

Edvaldo Rosa
www.sacpaixao.net

Escritor de ilusão

Escritor que me faz viajar
sem sair de casa.
Faz delirar
em cada verso,
cada palavra.

No mundo criado,
na história contada
e em cada letra
um pedaço de sua alma.

Deixa-me sonhar em seu mundo,
ser o herói da tua fábula,
enamorar a princesa
ser a floresta, ou apenas a gota d’água.

Pois em sua homenagem
um verso quero deixar,
para que em cada dia
seu nome o mundo possa lembrar,
pois com suas palavras faz o mundo girar.

Não basta uma simples lembrança
ou um dia para te homenagear.
Escritores amigos vamos sempre festejar
as palavras bonitas e os textos a brilhar.

Fábio Heinen

DOUTOR DAS PALAVRAS


Na faculdade da poesia
Fiz meu curso superior
Diplomei-me com alegria
Das palavras, virei doutor
Meu orientador tentou dizer
Que versos qualquer um faz
Mas para poesia ser
Tem que amar mais e mais
A humildade me faltou
Tive que aprender
Que doutor que não amou
Poesia não sabe fazer

Denise Severgnini Novo Hamburgo/RS 

DIA DO ESCRITOR

Autor: Mário Osny Rosa

No dia do escritor
Aqui fica o meu clamor.
Para ele que é o autor
E escreve com amor.

Nesse mundo conturbado
Pouco ele é louvado.
Com a morte do livro
Não é mesmo difundido,

No caderno literário
Os livros são lançados,
Sem serem comentados
Ficam lá no funerário,

Só resta uma esperança
Que surge uma liderança.
Nesse mundo que balança
E que haja uma mudança.

São José/SC, 25 de julho de 2.006.
morja@intergate.com.br
www.mario.poetasadvogados.com.br










Edvaldo Rosa
Enviado por Edvaldo Rosa em 22/07/2006
Reeditado em 25/07/2006
Código do texto: T199742
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Edvaldo Rosa www.sacpaixao.net). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre o autor
Edvaldo Rosa
São Paulo - São Paulo - Brasil, 55 anos
1727 textos (173723 leituras)
23 áudios (10645 audições)
35 e-livros (8978 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 00:18)
Edvaldo Rosa

Site do Escritor