Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

segundo soneto emaconhado

pelos veios dos planetas escondidos
por detrás da imensidão do ilimitado,
pelas cruzes no silêncio e pelo abismo ao
vão da pedra e das visões do inabitado...
.
pelas plagas de segredo e de promessa
quando a dança dos cometas desatou,
pelos pastos e paisagens mais espessas
que co’a alma tão-somente se sonhou...
.
pelas sombras das fogueiras contestadas,
pelo riso de entre os loucos nas estradas,
pelo rumo cos caminhos do sem-fim
,
e por muito, quando o cosmos delirava
de entre orgasmos de energia alucinada,
pelos éteres dos álcoois e por mim.
andré boniatti
Enviado por andré boniatti em 04/10/2006
Reeditado em 17/01/2017
Código do texto: T256055
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
andré boniatti
Corbélia - Paraná - Brasil
296 textos (46111 leituras)
17 áudios (989 audições)
13 e-livros (744 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/11/17 19:18)
andré boniatti