Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

 

 

 

 

 

___________________________________________________

Essa é a continuaçaõ da Ciranda de Natal, lançada pelo poeta Edson Gonçalves Ferreira...Venha participar!
___________________________________________________







Poema XIII

 

Maurélio Machado

 

Do alto do morro os meninos

observam os fogos, maravilhados

ouvem o tanger dos sinos

olhos pequeninos ofuscados

multicores luzes natalinas

De soslaio,visualizam o casebre

quão diferente suas sinas

excluídos são, a pobre plebe

O natal do obeso Papai Noel

não passa de utópicas ilusões

uma data, calendário, papel

a ferir singelos corações.

E pra consolar suas vidas

a verdade que os conduz

a oração, a amenizar as feridas

o verdadeiro Natal de JESUS! 


Poema  XIV

 

Canto do Cisne

 

Naquela manjedoura ,forrada de feno

Há um menino envolto em panos

É Jesus,tão humilde e se fez pequeno

No frio da lapa pelos animais é aquecido

E adormece ouvindo os seus mugidos

Entre José e Maria,numa pobre estrebaria

Dorme Menino,dorme Jesus

Caminho de Amor e Luz

Que reine a paz nestes corações emperdenidos

Vamos presentear Jesus,unidos

Olhem as calçadas de seu bairro ,olhem o mendigo

Ali está Jesus como nasceu,envolto em trapos...

dê-lhe um presente, só diga:Feliz Natal

 

 

 

Poema XV

 

Akeza

 

Vendo corações unidos e munidos de amor,

nesta festa natalina em homenagem ao Nosso Senhor!

 Sinto que ainda há esperança de um futuro e de uma vida melhor!

Mas para isso, devemos ter confiança

e ao dar nossas mãos, num sentido só...

que possamos amar e servir

com desprendimento e qualidade de sol!

Minha colaboração, nesta ciranda de paz



 

 

Poema XVI

 

Malubarni

 

Criança aceita no amor

Jesus, é toda criança

E neste Natal de cor

Virá nó de esperança

 

 

 

Poema XVII

 

Jacó Filho

 

Não devo aqui, incluir outros versos,

Que possam por em risco a Qualidade...

Apenas os votos de muitas felicidades

E que a Paz se espalhe pelo universo...

Que a tristeza seja apenas réu confesso...

Que a miséria abandone nossas cidades...

E o congresso viva e trate das verdades...

Que sejam presos governantes com processos...

Que as crianças possam galgar o sucesso...

E o ano novo nos dê uma nova vitalidade...




 

Poema XIII

 

Milla Pereira

 

Nessa noite de Natal

Pedirei ao aniversariante

Que termine com o mal

Que na Terra é reinante!

 

Com as minhas mãos unidas

Eu farei minhas orações

Para que Ele dê guarida

A todos os corações.

 

Que olhe por todo mundo

E por todas as crianças

Pois o Seu amor profundo

É o que nos dá esperanças!

 

 

 

Poema XIV

 

Mario  Roberto Guimarães

 

Todos os dias da vida,

Ao Senhor eu agradeço

Pela graça recebida,

Porque sei que não mereço.

 

E, por isso mesmo, é graça,

Um favor imerecido,

O amor que nos abraça,

Dando à vinda outro sentido.

 

Que o nascimento de Cristo

Seja lembrado com amor

E consigamos, com isto,

Fazer um mundo melhor.

 

 

 

 

Poema XV

 

Flor Enigmática

 

É Natal..,que legal

JiNGLE Bell...temos pão de mel

Nosso cântico angelical

É como sempre quis

Noite Feliz!!!

 

Natal de Jesus

Natal de Papai Noel

Natal que nos conduz

Natal com carrocel

 

Papai Noel chegando,ô,ô,ô

Tocam os sininhos

Todos indicam um caminho

E a terra que logo aqui se encerra

 

Presente,Balas,brinquedos

Para Mário,Maria,Pedro e Joana

Todos aguardam a hora

Nossas vidas  estão a renascer

Hora e hora que emana

Com folguedos..

Vai de novo nascer

Jesus nosso REI!!!!



 

 

Poema XVI

 

Castelo Sá

 

Noite cal e feliz nos céus da Terra Santa

Astros, em multidões, rutilam sem cessar,

Os lírios do vergéis trescalam pelo ar,

Fragância que inebria e perfume que encanta.

E a amada Belém, cheia de glória tanta

cidade de Davi, silente a repousar,

na campina o zagal cuida em apascentar

o rebanho indefeso, enquanto em folga e canta.

 

"Glória a Deus nas alturas e no mundo haja paz

aos homens", bradam alto os anjos do Senhor,

entre os clarões da Luz Divina Celestial.

Pois, numa gruta humilde, em meio aos animais,

Nasce o Menino Jesus, o Salvador,

E faz surgir para a história, o primeiro Natal.



 

 

Poema XVII

 

Zeca Repentista

 

 

Natal,vc traz muita alegria

Natal,mas traz tristeza também

foram muitas etapas vencidas

foram muitos amigos pro além




 

 Poema XVIII

 

Thainá Estrela

 

MAIS UM NATAL SE APROXIMA

E JUNTO UMA NOVA ESPERANÇA

QUEM SABE UM MUNDO MELHOR

NO OLHAR DE UMA CRIANÇA!




Poema XIX

Lucia Constantino

 

Ouço um violino

quem sabe não seja

Jesus menino

tocando a minha vida

nessa canção?

Paz na Terra entre os homens...
Todos os homens deviam

gravar a música

desse menino no coração.

Um Feliz Advento da Noite de Paz






 Poema XX

 

Marisa Queiroz

 

Natal, mais uma oportunidade de renovar as esperança

Esperança de um mundo melhor com mais amor

Esperança que o ser humano não se insensibilize

Que dê a mão ao próximo que precisa

Que o mundo seja mais fraterno e mais justo

Natal de renovação de valores humanos

Natal de ternura e paz


Poema XXI

Mariza Brasil

 

Natal é paz, é nova vida, é ceia

Com a família reunida, é acolhida,

Na mesa mais um prato de comida

Para aquele irmão faminto, sem abrigo.

Natal é aniversário do nosso Salvador,

É luz divina emanando, para nós,

Do bendito olhar do nosso Redentor.

Feliz aniversário, amado Esplendor!

 

 

 

Poema XXII

Lanna Agda

 

 

Ouçam... É som de clarins!

Tocados por Querubins.

Anunciando esta festa sem igual

Já é chegado o Natal.


 

Poema XXII _a

Amapholla

 

Digam as flores

na sua linguagem carinhosa e pura

o muito que eu

gostaria de dizer

que neste Natal

a Estrêla do céu

brilhe mais forte para todos

que Deus nos cubra com seu manto protetor

para nos proteger por toda a vida,

nos abençoando sempre com muito amor!

 

 




 

 

 

 

 

 

Zélia Nicolodi
Enviado por Zélia Nicolodi em 30/11/2007
Reeditado em 03/12/2007
Código do texto: T759786

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Zélia Nicolodi
Curitiba - Paraná - Brasil
651 textos (66870 leituras)
15 áudios (1098 audições)
52 e-livros (3506 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/10/17 13:11)
Zélia Nicolodi