Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

                         foto extraída da net, não consta autoria          
          

          A LIBÉLULA


          Voava aqui e ali, com seus dois pares de asas.
          Pousava ora numa Flor do Campo, ora numa mal cheirosa Onze Horas... Fazia um zum zum zum danado por cada jardim que passava... mas nada colhia, e nada levava ...
          De tanto olhar o sol poente, foi engolida por um Sapo Cururu no outono passado!

Lili Maia
Enviado por Lili Maia em 22/03/2006
Código do texto: T127064

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Lili Maia
Curitiba - Paraná - Brasil
484 textos (66694 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 05:28)
Lili Maia