Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SUICÍDIO SIMULADO

     Uma família de agricultores vivia em estado de guerra no próprio lar. A mulher sempre brigando com o marido, era uma inconformada com a vida que levava, queria sempre mais e mais. O casal tinha uma filha de 3 anos, vivia da agricultura familiar e o marido também não morria de amor pela profissão. Tentava ganhar uma grana extra com o comércio e tentar melhorar a vida deles, mas o que conseguia sempre era muito para a parceira que desejava sempre mais e mais.
      A crise avolumou-se o marido que era mais tranqüilo perdeu a paciência e resolveu se separar, partiria de volta para a sua própria terra no estado vizinho. A mulher desesperada, jogo gasolina no próprio corpo, toma de uma caixa de fósforo, pega no colo a criança e adentra no mato que tem nos arredores da casa e passa horas com o bebê de colo. Ambos sem alimentação, sem água adentrados no mato feito bichos, para atender a um capricho de uma mulher.
       O marido começa a desistir da separação, vai à casa da sogra e junto com os familiares tentam encontrar a mulher e a criança. Nisso o dia se passa, a noite começa a chegar e nada de encontrar a família. Já tarde da noite, ambas retornam para casa, a mulher se esconde do marido dentro de casa e deixa a criança visível. E assim o fato ocorreu muitas vezes na vida dessa família.
Soliana Meneses
Enviado por Soliana Meneses em 30/04/2006
Código do texto: T148131

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Soliana Meneses
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 43 anos
142 textos (9675 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 04:08)
Soliana Meneses