Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ARANHA DEVORADORA

Conrado fugiu pelo oitão da casa,  escondendo-se
na gruta que separa uma parede da outra,   forjado
pela união do sexo – logo após contrair o matrimô-
nio.   Sua mulher  revelou-se “aranha devoradora”,
no final do ato sexual... agredindo-o, expulsando-o
do leito nupcial, ao mesmo tempo em que partia em
sua perseguição, às estocadas e  pauladas. – Difícil
de se acreditar – dizia Conrado assustado – é um ca-
so de análise clínica! – Uma fera querendo devorar
a presa, completa e  subitamente,  transformada de
cordeiro em lobo: Se não corro, sou realmente atin-
gido – queixava-se Conrado.
Zecar
Enviado por Zecar em 12/05/2005
Reeditado em 01/07/2016
Código do texto: T16466
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Zecar
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
249 textos (20124 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/12/16 16:20)
Zecar