Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O conto dos anos 70.

Uns perdigueiros
Talvez frustrados
Porque nada sabíamos fazer,
A pauleira na vida corria solta
A cabeça em outros lugares
O tempo passava e nós nem ai,
Parecíamos proscritos
Onde tivesse: droga, sexo e rock'en roll,
A trupe invadia sem hora.
Às vezes dormíamos nas ruas,
Casa era palavra chata,
Atentos nas aventuras
Irmãos mais que de sangue,
Nem caprichos conheciam
A verdadeira raça fúnebre
Dos anos 70 éramos, nós.
Tínhamos passaportes
Havia muitas gangues
Hoje comunidades.
Mas resolvi mudar...
Voltar para casa
E construir um lar,
E foi assim que começou
A guerra em mim.
Como; sexo,droga e rock'en roll
Poderiam ficar longe de mim
Se na alma  viviam?
Esqueci-me por um longo período,
Mesmo que os braços da amizade
Sempre me descobriam.
Mas, fui acusado de roubar
“Os si de sis”,
O tempo me apagou
E as minhas desilusões apareceram.
Hoje quando trilho no caminho já sem medo,
Medo da resposta do que nunca tinha feito,
Porem, há uma cura na alma e no coração
Por isso hoje somente hoje ,
Estou aqui para neste depoimento esclarecer,
Que amo a vida e dela quero me fazer feliz.
Anos 70 saudades sem causa,
Os astros hoje falam por mim.
Obrigado a todos.
Condor Azul
Enviado por Condor Azul em 22/07/2006
Reeditado em 25/05/2007
Código do texto: T199587
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Condor Azul
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 54 anos
722 textos (26305 leituras)
1 áudios (175 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 20:13)
Condor Azul