Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O fim de Aparecida

Nos anos 80, Aparecida (uma cadela vira-latas com

resquícios de sangue alemão, algo pastoril) achou que o

conjunto habitacional Malibu, no Capão da Imbuia, em

Curitiba, seria um bom lugar para viver.

Teve boa acolhida da criançada e de algumas mães

benevolentes, até alguns pais menos embrutecidos. Tornou-

se o bicho de de estimação comunitário, gostava de todos e

todos a amavam.

Todos não. O pai do Anderson e da Mariazinha não gostava

de nada, nem de si mesmo. Pior, ele não gostava nem da

idéia de gostar de algo.

Num domingo de sol, raro na Curitiba daquela época, diante

de quase todas as crianças do conjunto, o infeliz e

alcoolizado ogro assassinou Aparecida com uma ripa.

Mesmo sob protestos, o criminoso não se deu por satisfeito

enquanto não esmagou o crânio da pobre criatura. Se

fôssemos adultos, não, digo, se fôssemos grandes ele teria

o mesmo fim. Ou melhor, não teria nem começado.
aluísio de paula
Enviado por aluísio de paula em 13/08/2006
Código do texto: T215473

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Citar autor e link para o original. Link para www.recantodasletras.com.br/autores/olhodalua). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
aluísio de paula
Curitiba - Paraná - Brasil, 43 anos
700 textos (50951 leituras)
8 áudios (1116 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 17:08)
aluísio de paula