Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O inverno reincidente

O frio voltara. As frentes frias ou seu peito se

manifestando? Ambos, provalvelmente. O clima político

fervendo, violência, crime, corrupção, impunidade e o

inverno decidido a provar que ainda existe.

"Esta cidade é uma maquete das minhas cicatrizes." Ouvira

certa vez de um ex-bebum poeta. O menor expoente dos ex-

poetas.

No jornal, desde a invenção das rotativas, ou antes, as

mesmas tragédias com personagens novos se repetiam. Uma

criança caída no poço, um marido traído decapitando os

adúlteros, crise no Oriente Médio, rebelião de presos,

terremotos na Ásia, greves de ônibus e as demais, eleições

fraudadas, prêmio acumulado da loteria, carteiro mordendo

o cachorro, secas, inundações, epidemias, fome...

Era preciso mudar, o máximo que fosse possível. Mesmo que

o futuro geral possa ser negro, particularmente cada um

tem o paraíso nas mãos...

aluísio de paula
Enviado por aluísio de paula em 19/08/2006
Reeditado em 19/08/2006
Código do texto: T220361

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Citar autor e link para o original. Link para www.recantodasletras.com.br/autores/olhodalua). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
aluísio de paula
Curitiba - Paraná - Brasil, 43 anos
700 textos (50951 leituras)
8 áudios (1116 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 01:56)
aluísio de paula