Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A gente podia ter saído...

A gente podia ter saído, ido a um buteco qualquer onde tivesse uma banda de blues ou jazz que não cobrasse couver, mas ela queria ficar em casa. Mesmo sabendo que minhas crises de claustrofobia são tão imprevisíveis quanto a minha definição do amor. Ela queria tomar cerveja em casa, eu pensava em fazer esse tipo de programa quando eu tivesse lá pros cinquenta e tantos (se eu chegasse lá), mas eu era recém chegado nos vinte e poucos. Eu só queria poder amar alguém, mas eu não sou "moderno", e isso fode tudo... Eu tentei amá-la, com todas as minhas forças, mas tive que matá-la, com as mesmas forças, antes que tudo se transformasse em ódio e eu degustasse novamente o amargo da solidão. Ao menos desta vez o sentimento terá o gosto de manhã, com a certeza de surpresas. Bom por mau, o que vale são as novas experiências. A gente podia ter saído...
Júnior Leal
Enviado por Júnior Leal em 15/06/2005
Reeditado em 08/04/2008
Código do texto: T24744

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Júnior Leal
Lagoa Santa - Minas Gerais - Brasil, 31 anos
958 textos (30823 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 06:42)
Júnior Leal