Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

MAIOR MENTIROSO DA BAHIA! Série: Figuras de Poções...

CARLOS RASTOS era uma figura de meia idade, branco, nariz aquilino e falador. Viajante, tinha fama de mentir muito. Certa feita, segundo se conta, Carlos Bastos iniciou uma conversa com um hóspede do Hotel de Arlindo Carvalho e D. Amália e passou a contar vantagens incríveis ao hóspede, a ponto de dizer-se possuidor de muito ouro e diamantes.

Entediado com o papo, o hóspede, que era fiscal federal, exigiu que Bastos lhe mostrasse as guias de recolhimento dos impostos do ouro e das pedras preciosas, sob pena de mandar prendê-lo por contrabando.

Carlos Bastos começou a querer dissimular suas mentiras e o hóspede perguntou-lhe: - Por acaso o senhor sabe com quem está falando, cavalheiro? Ao que Bastos retrucou: - E o senhor? Com quem pensa que está falando? E o hóspede, irritado, - Sim, com quem falo? - Com o maior mentiroso da Bahia! glosou Bastos.

Por outro lado, o Carlos Bastos era um homem de bem, figura querida que foi ficando em Poções, já estimado por todos até quando foi agredido por um débil mental de nome Trajano, com uma pedrada na cabeça, em conseqüência do que, veio a falecer, meses depois, na década dos anos 1960.
Ricardo De Benedictis
Enviado por Ricardo De Benedictis em 30/07/2005
Reeditado em 01/05/2006
Código do texto: T38819

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Ricardo De Benedictis
Vitória da Conquista - Bahia - Brasil, 77 anos
1214 textos (272358 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 15:08)
Ricardo De Benedictis