Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Meu primeiro amor

Minha inesquecível paixão de infância chamava-se Vívian.
Numa certa manhã de Outubro fui visitar, desta vez sozinho, o lugar onde fomos tantas vezes felizes!
À cada passo em nosso "jardim Secreto" sentia em minha lembrança o frescor das rosas em gotículas a bater suavemente em meu rosto marcado pelo tempo que estive ausente.
Aquele jardim era nosso paraíso particular.
Ali, às tardes enluaradas, longe de qualquer olhar curioso senão o meu, Vívian entregava-se à mim em beijos, carícias e longos gemidos...
Cada roseira deu-nos abrigo e testemunhou nosso amar perfumando-nos com suas pétalas.
Embora ainda tenros Vívian tinha mais vida que eu espalhada em seu largo sorriso-moreno e olhar-azul-encantador. Vívian era minha vida. Meu amor. Meu prazer. Meu sonho. Tudo era por Vívian.
O jardim continua perfeito: nós já não somos os mesmos.
O tempo gela as almas no esquecimento e conserva cicatrizes quase incuráveis: essa é minha dor pela falta de Vívian.
Preciso que Vívian me cure: ainda que chame-se Lúcia, Darlene, Ludimila, Nhayara, Juliana...

Canindé, CE. 03 de Outubro de 2005.
Copyright by Apollu Stefanno
Enviado por Copyright by Apollu Stefanno em 03/10/2005
Reeditado em 05/10/2005
Código do texto: T56074

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Citar meu nome e link para a obra original.). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Copyright by Apollu Stefanno
João Pessoa - Paraíba - Brasil, 40 anos
89 textos (4860 leituras)
1 e-livros (124 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 22:38)
Copyright by Apollu Stefanno