Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

DE COSTUME

Há tempos  li uma história. Contava de uma mulher que, numa noite, o marido viu iluminada. Nessa noite, ela se deitara num horário fora do costume. Usava uma roupa de fina seda e trazia os cabelos negros-longos dispersos no travesseiro. Muito fora do costume. Ao olhar, de modo descostumeiro, para o  rosto da mulher com quem dormia há mais de três décadas,  o marido notou que ela  tinha no rosto uma luz desconhecida. Sentou-se a seu lado e passou a  noite na vigia daquela  uma imagem revelada  depois de tanto tempo de vida em comum.  Antes mesmo do amanhecer, o marido  percebeu que aquela mulher há muito havia deixado de ser sua. E que ele, por costume, deixara que se apagasse a luz que resplandecia no rosto dela em seus primeiros momentos de vida a dois. Acho que foi assim.
Terezinha Pereira
Enviado por Terezinha Pereira em 09/09/2007
Código do texto: T645046
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Terezinha Pereira
Pará de Minas - Minas Gerais - Brasil, 68 anos
124 textos (54911 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/08/17 14:31)