Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

AUTOR DEFUNTO (**)

        Passado o tempo da faculdade onde se formara com louvores, meio a diversos pretendentes, ela se decidiu pelo colega que lhe parecera mais prático. E viveu quase trinta anos de uma vida morna, com um homem insípido, adornada com as mais finas jóias, circulando em  tépidas festas ou solenidades políticas. Até que lhe chegou às mãos uma carta não datada. O autor da missiva revelou-se como um “ghost writer”, o que escrevera para seu marido senador  todos os discursos, desde a primeira campanha há anos passados e também  todos os bilhetes e cartões que esse lhe mandara junto com  as preciosas jóias que lhe oferecia a cada comemoração. No final da carta, sem piedade, ele lhe avisa que é um autor defunto. Que essa havida sido escrita há muito, quando uma doença grave já lhe extinguira todas as esperanças e que seu advogado havia sido orientado a postá-la,  quando tivesse passado  mais de um ano após a sua morte. Hoje, ela vive noites quentes, a sorver cada palavra da confissão de um amor  nunca experimentado.
Terezinha Pereira
Enviado por Terezinha Pereira em 21/09/2007
Código do texto: T661655
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Terezinha Pereira
Pará de Minas - Minas Gerais - Brasil, 68 anos
124 textos (54910 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/08/17 23:40)