Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Extravio

À noite, quando a casa dormia, escondida, ela escrevia poesias.
Dizia do que via nos dias, no vento, na chuva. Dizia do que sentia e não revela a mais ninguém.
Disse muito, sobre tudo.
Tanto, que virou palavras, perdidas nos cadernos, nas paredes, na terra solta do canteiro do jardim.
Ana Mello
Enviado por Ana Mello em 08/10/2007
Código do texto: T686152
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Ana Mello
Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil, 56 anos
142 textos (24557 leituras)
2 e-livros (874 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/08/17 16:56)
Ana Mello