Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O Milagre do Amor

Esta é uma historia de amor, carinho e muita compreensão, bem tudo começou no inicio  do século XX, existia em Portugal  uma família muita tradicional a famosa família  Loureiro, bem era uma família muito presente na sociedade, pois herdaram o dom do trabalho, religião e da grande união familiar, bem tinha esta família Loureiro 4 filhos 3 meninas e 01 menino a os pais das crianças educaram os filhos ensinando os bons costumes da família portuguesa, dentre estes ensinamentos religiosos e musicais, pois todos os irmãos tiveram iniciação ao estudo do piano e a língua francesa, mas dentre estes irmão se destacou a bonita menina Bernadete, uma menina sempre mostrava seu talento desde os seus primeiros anos de vida.
 Bernadete  tinha o talento pelas artes em geral e pelo piano logo no inicio notaram que ela tinha muito talento para a musica, e com o passar dos anos ela se formou como pianista, mas precisa se aperfeiçoar seus estudos em Paris, onde em de 1903 ela se mudou para França para aperfeiçoar seus estudos.
 Continuando outra parte da historia no Brasil havia a família Ramon uma família  religiosa de classe baixa que vivia na cidade de São Paulo, a família Ramon tinha três filhos  02 meninas e 01 menino,  bem os pais deram todo o estudo e uma boa educação para os 3 filhos, apesar do menino João Paulo ter uma saúde frágil, eles cuidaram dele, pois ele tinha alguns problemas cardíacos, mas ele foi curado e se desenvolveu   espantosamente bem após uma cirurgia arriscada, mas bem sucedida para a época um verdadeiro milagre, bem a palavra milagre ainda será usada mais para frente desta história.
O menino João Paulo inicia o estudo do violão clássico, instrumento marginalizado em seus pais no inicio do século por ser um instrumento muito utilizado na época em bares boêmios e por desempregados em busca de trocados para sobrevivência, e com conselho de seu professor de violão Sr. Antônio, a menino João Paulo iria aperfeiçoar seus estudos na França, sua família conseguiu fundos e João Paulo viajou de navio na classe C  para França em 1904, bem ao desembarcar na  França João Paulo se encantou com a cidade Luz, e chorou de emoção por saber que lá ele iria ser valorizado.
João Paulo entrou no Famoso conservatório “Centro de Música Medieval de Paris“ onde com muita  dificuldade  na língua conseguiu vaga através de uma carta de recomendada de seu professor Sr. Antônio que havia estudado lá na metade do Século XIX, bom por incrível que se possa parecer João Paulo  ao chegar no 1º dia de aulas de violão com o professor Proust, estava caminhando pelos corredores do conservatório, e ouviu uma voz com sotaque, mas uma voz que era semelhante ao português, João Paulo correu pelo enorme corredor e viu uma menina muito bonita de cabelos negros olhos escuros ensinando uma amiga francesa Marie algumas palavras em português, a sala onde a menina Bernadete estava era grande e bem acústica e  havia vários pianos de calda, o menino João Paulo se aproximou e ficou observando a conversa e de repente  se assustou com um dos seguranças do conservatório e soltou o grito “Ai meu Deus do céu que susto e senhor me deu” imediatamente a menina Bernadete ao ouvir aquele tom de voz familiar e foi em direção a porta e deu de cara com João Paulo todo vermelho e encabulado.
Quando ergueu sua cabeça ele sentiu algo diferente e contagioso por aquela menina bonita e cheirosa, os dois se cumprimentaram em português obviamente, foi assim João Paulo  disse empolgante “tudo bem”, e Bernadete respondeu tudo com um ar de timidez, a partir daí os dois ficaram amigos inseparáveis, João Paulo morava num albergue próximo ao conservatório enquanto Bernadete morava numa colônia de uma família portuguesa próxima ao museu do Louvre, os dois estudavam no mesmo horário e sempre se cruzavam pelos corredores do conservatório, e João Paulo aperfeiçoou o francês graças à ajuda de Bernadete.
Alguns meses depois, programaram um recital de cordas, e justamente no mesmo dia João Paulo e Bernadete se apresentariam no anfiteatro do conservatório para uma platéia requintada de 500 pessoas, as peças musicais foram selecionadas pelos próprios alunos e aprovadas pelos professores e a professora de Bernadete Juliet indicou que ela tocasse “Sonata ao Luar de Beethoven”, a musica foi tão bem executada fazendo a platéia chorar de emoção, logo em seguida era a vez de João Paulo se apresentar, mas minutos antes Bernadete o viu e segurou em sua mão e deu um beijo no seu rosto e desejando boa sorte, João Paulo ficou todo sem jeito e entrou no palco apresentando a uma peça que ele e seu professor Proust escolheram   a musica brasileira  “Abismo de Rosas” do compositor Canhoto.
No final da apresentação a platéia aplaudiu e adoraram a ousadia daquele menino tocar um musica brasileira em plena França do inicio do século XX. A partir daí João Paulo ficou super valorizado musicalmente, e simplesmente a partir daquele dia João Paulo e Bernadete se tornaram mais do que amigos e simplesmente se tornaram namorados.
Passaram se 10 anos e estourou a 1ª guerra mundial em 1914, João Paulo com seus 28 anos e Bernadete com 29 resolveram se partir da França, e por mais incrível que se parecesse a família Loureiro se mudou para o Brasil mais precisamente para a cidade de São Paulo, cidade natal de João Paulo onde sua família já estava enraizada, o difícil foi mudar da França pois a guerra poderia feri-los “ Au revoar ”  e deram um breve adeus a seus  professores Proust e Juliet.
Chegando ao Brasil no porto da bela cidade de Santos a família Ramon e a famílias Loureiro esperava seus filhos, o mais incrível é que sem saber do namoro dos filhos estavam conversando e dizendo com orgulho do sucesso musical que seus filhos tiveram na França, o casal de namoradas desembarcaram e correram na mesma direção a seus familiares, e todos ficaram perplexos e felizes ao saber que eles se tornaram namorados na França.
Esta historia linda de João Paulo e Bernadete se tornou um verdadeiro milagre, pois por mais que a vida nos pregue algumas surpresas felizes e infelizes os destinos dessas duas famílias se fundiram num casamento que a cidade jamais viu a união de João Paulo e Bernadete, o resto desta historia os filhos dos filhos deste nobre casal continuaram num próximo capitulo desta linda historia de amor.


THE END
Edwaldo Mendes Filho
Enviado por Edwaldo Mendes Filho em 09/04/2006
Código do texto: T136102
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Edwaldo Mendes Filho
Guarulhos - São Paulo - Brasil
735 textos (31337 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 05:45)
Edwaldo Mendes Filho