Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Na luz perpétua

Noite alta, a floresta densa deixa aquí e acolá a luz do luar penetrar entre as copas das árvores centenárias.êle caminha trôpego, sem rumo .O sono o persegue,as lembranças recentes o atormentam, seu corpo sofre .Caminha a muitos dias. Não há saída ,então se deixa cair,já não tolera o sofrimento, fecha os olhos e se entrega.Por companhia o silêncio da selva.Viagens a Estocolmo,París,Joanesburgo,e agora só este lúgubre espaço.Algo o toca.Abre os olhos e vê uma figura surreal . Surgiu do nada .Veio buscá-lo.Salvou-se? Renasceu.Um Anjo? Manchetes anunciam a queda da aeronave,não há sobrevida...
Paulo de Tarso
Enviado por Paulo de Tarso em 26/05/2006
Código do texto: T163287
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Paulo de Tarso
São Paulo - São Paulo - Brasil, 60 anos
94 textos (11229 leituras)
3 áudios (1048 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 01:39)
Paulo de Tarso