Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Assim caminha a humanidade

Ela estava absorta em seus pensamentos, caminhando entre as árvores. Ele a seguia com os olhos brilhantes, peito arfante. Se olharam então, primeira vez, ela derruba o lenço e ele gentilmente o devolve, cumprimentam – se.
Conversam, depois se afastam. Suspiros, incertezas, ela já se atormenta, ele ansioso por um novo encontro.
Aconteceu. Sorrisos, olhares, ele a toca, ela recua. Afastam-se e ao mesmo tempo se atraem.
Se vêem novamente, se ligam. Presentes, bilhetes, versinhos, esperanças e o amor floresce.
Ela se queixa, enciúma-se, ele capricha, lamenta-se, jura bem querer supremo.
Então, mais tarde os convidados, o explendor da igreja, as alianças...
A maravilha da criação, da continuidade, da perpetuação da imagem Divina!
Moto perpétuo da espécie humana, encontros e desencontros, sementes que ficam e assim caminha a humanidade.

Paulo de Tarso
Enviado por Paulo de Tarso em 27/05/2006
Código do texto: T164018
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Paulo de Tarso
São Paulo - São Paulo - Brasil, 60 anos
94 textos (11227 leituras)
3 áudios (1048 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 12:54)
Paulo de Tarso