Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Amor: princípio, razão e fim de tudo

“Deh, quando tu sarai tornato al mondo,
E riposato della lunga via,
............
Ricordati di me, [...]”
DANTE, Divina Comédia, Purgatório, canto V.

Breve é o tempo da vida...Eis a larva teológica em que se fundamenta as engrenagens do hoje.
Está frio, o vento sussurra imprecações no lá fora. Não obstante a escuridão do quarto, vi-lhe o rosto cortando sombras e projetando-se na imensidão negra; ouvi o som do cálice de encontro ao chão e lembrei àquela noite que o vi pela primeira vez.
Os ritmos cardíacos do psy foram sendo engolidos pela voz rascante da Houston, eu dançava e a vista incerta o vi.

... It's not right, but it's ok...

Me chamaste. Eu, de Pierrot brincava, fui.
De sorriso maroto, tal como a terrível cólera de Aquiles, minhas torres derrubou. Sei que é preciso separar sonho e realidade, o homem do mito, mas quando não se sabe o plano que se habito, se escreve.

... I'm gonna make it anyway....

- Beijas? – perguntou.

... Pack your bags, up and leave...

Sorri, “- talvez...”, respondi. E dançou, e dancei. Em seus olhos velejava pela negra opala do mar da meia noite, com todos os seus mistérios. Quando alçou meus lábios, a âncora quando lançada feriu-me o iceberg de meu salgado coração. Fendeu e o tornou vulnerável.

... Don't you dare come running back to me..

O rosto moreno beijado pelo sol, os belos olhos, a mão forte com que tomou minha mão exangüe e a levou de encontro ao peito. Eu tive esperanças...

... It's not right, but it's ok ..

Senti-me como o escorpião no círculo de fogo, a optar talvez pela morte, pelo próprio veneno. Mas talvez senti o inominável e agora dou-lhe nomes, metáforas... jamais saberei sequer se fiz ou se tive alguma escolha. Arco com as devidas conseqüências: não me deixas dormir, não me deixas sonhar.

... I'm gonna make it anyway...

Ah, doce Jacinto, eis um sonho de mancebo e poeta. Aos pés destes arranha-céus, minha mão fere a página em branco, tirando-lhe a inocência. Estas grandes estruturas me oprimem e me empurram cada vez mais para dentro do caos que há dentro de mim. A lâmina que tenho em mãos vara meu peito e não encontra meu coração, já que o tens contigo.

... Close the door behind you, leave your key...

Chovia muito, não... gotejava suor da minha fronte. Hoje sim, hoje chove. Tanto lá fora quanto dentro de mim.

... I'd rather be alone than unhappy ...

Parecias dizer a verdade, embora não fosse realmente feliz, eu estava sempre sorrindo. Eu, Apolo, jamais me preocupei com estes detalhes.
Grandes ensinamentos do mundo...
Não acredites na morte do velho Adão, se você mesmo não fechou o caixão e viu o coveiro jogar terra por cima.
Em teus braços fui encurralado como uma raposa em uma caçada. Justiça poética? Talvez...

Quod erat demonstrandum!

Belo, como um dos filhos de Lúcifer, um rosto atraente e muita perfídia.
Eu fui um dia humano, ouvia a razão. Hoje... eis algo que não sei mais...
Fazia de mim do ideal de Kant, Newton, Descartes: mente livre de emoção, abstrata, articulada aristocraticamente, reunindo tudo a minha frente como em um constante fluxo de categorias. E hoje me tornei isso, pas de finesse, seulement de l’audace! O sangue que corre em minhas veias falou mais alto...
E, bem, meus dias se tornaram obscuros, largos e cinzentos. A vida, que era breve virou eternidade. Hoje tudo é tão absurdo, tão negro, duro e inflexível como as engrenagens do relógio. Tudo se envolveu em uma grande noite escura e se tornou inútil voltar.
Estes dias numerosos em que as horas não tem principio, nem fim, fartos de ais, cheios de nada, são como o balanço esquecido na velha arvore, o balanço dos folguedos de quando era criança.
Meu dia sem ti se tornou com um céu sem estrelas, sem rastros de sol nem mesmo vestígios de luz. Tornaram-se como um rádio que insiste em tocar a mesma musica sempre, um livro escrito com as mesmas palavras.
Caí nas trevas e sigo esperando por ti. Sei que não deveria, mas é como você sente que já esta grande demais para acreditar em  Papai Noël, mas ainda assim na véspera de Natal reza para que o bom velhinho não esqueça de você.
Futuro incerto? Não, amanhã será segunda-feira.
Aqui estou, rosto colado ao vidro, mão integrada ao vazio dos hieróglifos, me deixando levar pelo vinho, rasgando pedaços de linho, fazendo com que a vida se torne como os fios que os compõem, que deixam entrever lacunas, um encontro e talvez um fim.
Voltar atras não é viver novamente, é simplesmente atrasar o relógio.
Eu apenas estrago minhas unhas e encho de nada meus dias sem ti.
Nada pior nem mais doce do que as mentiras do Parnaso.

...Was it really worth you going out like that
Tell me boy, see I'm moving on, and I refuse to turn back, yeah
See all of this time I thought I had somebody down for me
It turns out you were making a fool of me, yeah....
Ev
Enviado por Ev em 09/08/2006
Código do texto: T212624
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Ev
São José - Santa Catarina - Brasil, 29 anos
56 textos (2760 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 10:14)
Ev